Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Grohe crê em jogo aberto entre Grêmio e Flamengo com nova regra da Copa do Brasil

Goleiro usou a recente vitória gremista sobre o São Paulo como exemplo de maturidade da equipe gaúcha

Estadão Conteúdo

31 de julho de 2018 | 20h02

O goleiro Marcelo Grohe aprovou a mudança no regulamento da Copa do Brasil, que nesta temporada não dá um peso maior ao gol fora de casa. De acordo com o jogador do Grêmio, a regra atual pode permitir um duelo mais aberto contra o Flamengo na partida de ida da competição, às 21h45 desta quarta-feira, em Porto Alegre.

+ Everton, Cortez e Léo Moura treinam e Grêmio deve ter força máxima contra o Fla

"Eu gosto desse novo sistema. Eu acho que o gol qualificado, às vezes, tranca muito o jogo. Já fomos beneficiados e prejudicados por ele, mas eu lembro que pensávamos em não sofrer gol quando disputávamos o primeiro jogo em casa. Agora, o 4 a 3 vale tanto quanto o 1 a 0. De repente vai ficar um jogo mais aberto, um espetáculo mais bonito", disse o goleiro, nesta terça-feira.

Grohe usou a recente vitória gremista sobre o São Paulo como exemplo de maturidade da equipe. "Vai ser um grande jogo contra o Flamengo. Devemos encarar com tranquilidade, fazer aquilo que a gente tem feito. O jogo contra o São Paulo nos serviu de parâmetro, porque, apesar de a gente sair atrás do placar, mantivemos uma organização, a postura da equipe foi muito boa nesse sentido. Conseguimos com naturalidade criar as situações dos dois gols e chegar à virada", relembrou.

O goleiro participou de treinamento no CT do Grêmio nesta terça, fechado à imprensa pelo técnico Renato Gaúcho. O lateral-direito Léo Moura, o lateral-esquerdo Bruno Cortez, o zagueiro Pedro Geromel e o atacante Everton, que foram desfalques de atividades recentes, participaram sem restrições.

"É importantíssimo, mais opções para o professor Renato. Quanto mais gente tiver à disposição, mais fácil é a vida do treinador. A gente sabe que um jogo desse é decidido nos detalhes. Uma mudança por questão tática pode fazer a diferença", afirmou o goleiro.

Em boa fase na temporada, com 11 gols marcados até o momento, o atacante Everton afirmou que está perto de ultrapassar a meta pessoal traçada para 2018. "No começo do ano, eu pensava em superar o que eu fiz no ano anterior, quando marquei 12 gols. Agora eu estou quase lá. Não tenho uma meta nova, mas espero passar dos 15 gols", disse o jogador, recuperado de uma conjuntivite.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.