Wesley Santos/AP
Wesley Santos/AP

Grohe diz que título deixa Grêmio mais 'experiente' para Libertadores

Time gaúcho é o atual campeão do torneio continental

Estadão Conteúdo

26 de fevereiro de 2018 | 19h18

Campeão no ano passado, o Grêmio inicia a caminhada em mais uma Libertadores nesta terça-feira, quando encara o Defensor Sporting em Montevidéu. A seu favor, o time tem justamente a experiência adquirida na conquista de 2017, como explicou nesta segunda o goleiro Marcelo Grohe.

 + Renato celebra primeiro gol de Jael e nega preocupação com rebaixamento

"Já tivemos a experiência no ano passado, e em outros. O grupo está forte, consciente. Saíram alguns jogadores, o que é natural, mas vieram outros para reforçar. Estamos com um grupo interessante para encarar a Libertadores", declarou, já na capital uruguaia.

Herói do título da Recopa Sul-Americana, na semana passada, e também na Libertadores de 2017, Grohe escreveu seu nome na história do Grêmio. Agora, quer que o clube fique marcado como primeiro brasileiro a conquistar o torneio continental em quatro oportunidades.

"A gente sabe o quanto é difícil ganhar uma Libertadores e conseguimos este feito. Agora, a gente tem a oportunidade de transformar o Grêmio no primeiro brasileiro a ganhar quatro vezes a Libertadores. É uma longa estrada, assim como no ano passado. Mas acho que nossa equipe está preparada, ciente de todos os desafios."

Nesta segunda, o elenco gremista realizou o reconhecimento do gramado do acanhado Estádio Luis Franzini, onde acontecerá a partida de terça. A tendência é que o técnico Renato Gaúcho escale o time sem surpresas, com: Marcelo Grohe; Madson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Jaílson, Ramiro, Luan e Everton; Cícero.

Sobre o adversário, Everton explicou o que o Grêmio espera ter pela frente. "Pelo que o professor passou, é um time brigador, que costuma fazer muitas faltas. Mas a gente vai tentar neutralizar os pontos fortes deles e pegá-los nas dificuldades que eles têm."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.