Grondona: outro mandato no futebol argentino

A exemplo do que acontece no Brasil, os dirigentes do futebol argentino se perpetuam no poder. Na noite de sexta-feira, em Buenos Aires, Julio Grondona foi reeleito pela 7ª vez seguida como presidente da Associação de Futebol Argentino - quando completar seu novo mandato, em outubro de 2007, terá ficado 28 anos no comando da entidade. ?A única coisa que me falta é acabar com a violência no futebol?, disse o dirigente, que não teve oposição na eleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.