Gronkjaer diz que vitória da Dinamarca destoou da Copa

Em uma Copa do Mundo marcada por poucos gols e muitos erros, a vitória deste sábado da Dinamarca sobre Camarões, por 2 a 1, de virada, destoou das partidas sem grandes emoções do Mundial na África do Sul. Esta é a opinião do meia Gronkjaer, que viu o seu time seguir vivo na competição com o triunfo e ainda eliminar a equipe africana da disputa.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2010 | 20h55

"Este não foi um jogo como o que você tem visto na Copa do Mundo até agora", disse Gronkjaer. "Houve tantas chances, tantos erros", comentou o meia dinamarquês. A sua seleção, inclusive, sofreu o primeiro gol após um erro na saída de bola, que o camaronês Eto''o aproveitou para inaugurar o marcador.

"Nós tivemos sorte em alguns momentos, isso foi crucial", afirmou, lembrando que Camarões chegou por diversas vezes com perigo à meta dinamarquesa. "Perdendo por 1 a 0, nós ainda acreditávamos, e sabíamos que não tínhamos nada a perder naquela altura", ressaltou o jogador. "Agora temos tudo na nossa mão no último jogo contra o Japão."

Já o meia-atacante Rommedahl, autor do segundo gol, destacou a dificuldade da partida. "Foi um jogo difícil até o último minuto", disse. "Nós tivemos um começo horrível. Mas críamos muitas chances no segundo tempo, quando o jogo ficou mais aberto."

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolDinamarcaGronkjaer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.