Andres Kudacki/AP
Andres Kudacki/AP

Grupo chinês oficializa compra de 20% do Atlético de Madrid

Empresário paga R$ 136 milhões para adquirir parte das ações do clube espanhol e firmar parcerias para montar escolas na Ásia

Estadão Conteúdo

21 de janeiro de 2015 | 12h05

O Wanda Group, da China, anunciou nesta quarta-feira que comprou 20% das ações do Atlético de Madrid por 45 milhões de euros (aproximadamente R$ 136 milhões). "A contribuição de capital do Wanda Group permitirá que o Atlético de Madrid reforce significativamente o seu balanço, bem como acelere o crescimento da sua marca mundialmente", disse o Atlético em comunicado publicado no seu site.

O orçamento do Atlético para a temporada passada foi de 120 milhões de euros (R$ 363 milhões), em comparação aos 580 milhões de euros (R$ 1,754 bilhão) do Real Madrid e aos 470 milhões de euros (R$ 1,422 bilhão) do Barcelona. 

"Este é um passo importante para o clube em seus esforços para construir uma marca de liderança global que vai fornecer os recursos financeiros para se manter competitivo na Europa", disse o presidente do Atlético, Miguel Angel Gil.

As duas partes vão abrir três escolas de futebol na China, e o Atlético será convidado anualmente a jogar na China para "levar formação avançada e a experiência de jogo da Europa", de acordo com comunicado divulgado pelo Wanda Group. 

Eles também irão investir conjuntamente 30 milhões de euros (R$ 91 milhões) para construir um centro de treinamentos para jovens em Madri com a intenção de oferecer melhores condições de formação para os jovens jogadores chineses, com o Atlético fornecendo programas especiais a eles. O Wanda Group já financiou um projeto de formação de jovens jogadores chineses que foram levador para a Espanha. 

"Estamos muito satisfeitos com a possibilidade de contribuir para o crescimento da Atlético Madrid com a sua sólida base de torcedores e uma marca que está em rápida expansão internacional", disse o fundador e presidente do Wanda Group, Wang Jianlin, um dos homens mais ricos da China.

A empresa opera dezenas de hotéis, shoppings e cinemas na China, e empreendeu projetos de desenvolvimento de hotéis em Londres e Nova York. Depois de anos sem conquistas, o Atlético voltou a ser um vencedor após a chegada do treinador Diego Simeone em 2011. Sob o comando do seu ex-jogador, o clube ganhou o Campeonato Espanhol, a Liga Europa, a Copa do Rei, a Supercopa Europeia, a Supercopa da Espanha, e chegou à final da Liga dos Campeões na última temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.