Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Grupo do Palmeiras é o mais equilibrado após nove rodadas do Paulistão

Equipes da chave somam, juntas, 68 pontos, enquanto grupo do São Paulo acumula 55 pontos

O Estado de S. Paulo

21 de fevereiro de 2014 | 18h14

SÃO PAULO - Após nove rodadas de um Campeonato Paulista marcado pelo estranho regulamento, o Grupo D, cuja a liderança é do Palmeiras, tem o maior equilíbrio entre as cinco equipes. Juntos, os times somam 68 pontos. A chave do São Paulo, por sua vez, acumula apenas 55 pontos. O grupo do Corinthians tem 66 pontos no total. O do Santos, 62.

O fato influi diretamente na classificação para as quartas de final. O São Paulo, que soma 14 pontos, estaria qualificado para a disputa da segunda fase. Já o São Bernardo, que compõe o grupo palmeirense, tem 15 pontos e estaria fora das finais.

 

O regulamento do Paulistão prevê partidas apenas fora dos grupos. Dessa forma, não há confronto direto entre os times da mesma chave. Divididos em quatro grupos de cinco times, as equipes farão 15 jogos na primeira fase. Os dois primeiros de cada chave vão às quartas de final.

No Grupo B, do Corinthians, os times, juntos, têm 66 pontos. A seis rodadas do fim, todos podem chegar às quartas de final - apenas cinco pontos separam o lanterna do primeiro colocado. Botafogo e Ituano estariam classificados. O time de Ribeirão Preto conquistou 16 pontos, contra 15 da equipe de Itu. O Audax tem 13 pontos. XV de Piracicaba e Corinthians somam 11.

Na chave palmeirense, apenas o Oeste, segundo pior time do campeonato, parece mesmo fora da briga pelas vagas. Com o Palmeiras na ponta, com 23 pontos, Rio Claro (15), Bragantino (13) e Mogi Mirim (12) travam uma briga pela segunda posição.

O desequílibrio entre os grupos tornaram a briga pela classificação menos intensa nas chaves de São Paulo e Santos. No A, Comercial e Atlético Sorocaba praticamente não têm chances de ir à segunda fase. A briga deve ficar entre Penapolense, São Paulo e Linense. No Grupo C, Portuguesa e Paulista estão distantes de Santos, Ponte Preta e São Bernardo.

Hoje, Palmeiras, Santos, Penapolense, Botafogo, Ponte Preta, Ituano, Rio Claro e São Paulo estariam classificados. Comercial, Oeste, Atlético Sorocaba e Paulista estão na zona de rebaixamento.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.