Grupo do Santos leva bronca para não tropeçar no clássico

O técnico Vanderlei Luxemburgo deu uma bronca nos jogadores do Santos antes do treino desta terça-feira pela manhã, por causa das fracas atuações contra o Gimnasia y Esgrima, na vitória por 2 a 1, na Argentina, e diante do Rio Claro, exigindo que o time volte a tocar a bola em velocidade, sempre em direção ao gol. Este será o trunfo do time para vencer o clássico contra o Corinthians, nesta quarta às 21h45."Se a equipe jogar como nas duas últimas partidas, não ganha o campeonato" disse Luxemburgo, que também tem procurado isolar o grupo do clima de otimismo que tomou conta da torcida com as excelentes campanhas do clube na Copa Libertadores e no Campeonato Paulista. E tratou de minimizar a preocupação em ganhar o jogo pelo simples fato de enfrentar um arqui-rival."Não vamos jogar para ganhar porque temos receio de enfrentar o Corinthians nas próximas etapas ou porque a vitória terá um gostinho a mais. O que existe é que o Santos vai disputar um jogo decisivo para terminar a fase em primeiro, para termos vantagens nas decisões", disse Luxemburgo.Ele deve escalar o time com três zagueiros - Antonio Carlos, que estará de volta, Adailton e Leonardo -, dando maior liberdade para os laterais Denis e Carlinhos. Zé Roberto deve jogar mais atrás, ajudando Rodrigo Souto na marcação, deixando para Pedrinho a responsabilidade de armar as jogadas. A dupla de atacantes será Marcos Aurélio e Rodrigo Tiuí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.