Guarani adia contratação de técnico

Não será tão cedo que a diretoria do Guarani vai anunciar o nome do novo técnico, que terá a responsabilidade de comandar o time no Campeonato Brasileiro. Encontrando muitas dificuldades financeiras, o clube deixou para fazer seu anúncio oficial no começo do próximo mês. Um dos nomes cotados é de Lori Sandri, técnico do Botafogo de Ribeirão Preto. Lori já trabalhou no Brinco de Ouro na década de 80, quando dirigiu o time entre os anos de 85 e 86. Levou o time às semifinais do Campeonato Paulista e deixou muitos amigos na cidade, entre eles vários dirigentes. A diretoria demitiu toda sua comissão técnica após o rebaixamento do time para a Série A-2, deixando desempregado o técnico Carlos Alberto Silva e o preparador físico Moracy Sant´ana, apontados como profissionais de primeira linha. A diretoria não quis se manifestar sobre um cheque sem fundos emitido para o Botafogo-RJ referente a última das três parcelas do empréstimo do atacante Zé Carlos. O clube carioca divulgou uma relação de seus devedores, encabeçada pelo Guarani que deveria R$ 150 mil. A boa notícia do dia foi a convocação do zagueiro Edu Dracena para a seleção brasileira sub-20, que disputará o Campeonato Mundial, em julho, na Argentina. Ano passado ele foi o capitão do time que conquistou o título sul-americano da categoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.