Guarani ainda espera por Viola

O Guarani ainda tem esperanças de contar com o atacante Viola no Campeonato Paulista. Só que a sua esperada presença no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, nesta segunda-feira, não aconteceu como estava previsto anteriormente. Segundo os dirigentes do clube, o jogador prometeu estar na cidade nesta terça-feira para assinar contrato e ser apresentado oficialmente no dia seguinte, antes do jogo contra o Marília, na abertura do Estadual.O acordo com Viola foi fechado no sábado, na casa do atacante, em São Paulo. Para chegar aos R$ 40 mil mensais, por um contrato de três meses, a diretoria conseguiu acertar a divisão do valor com outros dois parceiros do clube. Problemas - Enquanto isso, o técnico Barbieri ainda não conseguiu definir o time para a estréia contra o Marília. Mas ele já sabe que não terá à disposição alguns reforços contratados recentemente, como os argentinos Loscri e Liberman, que não estão com suas inscrições confirmadas na Federação Paulista de Futebol.Outro jogador com problema de documentação é o centroavante Ludemar, que estava atuando em Portugal. "A ordem é para não correr nenhum risco", confirmou Jorge da Conceição, funcionário do clube responsável pela inscrição dos atletas.Barbieri ainda espera pela recuperação de Simão, que sentia dores musculares, para confirmá-lo na lateral-direita. No meio-de-campo, a saída de Liberman será suprida por Alex, enquanto que o atacante Evandro Roncatto vai substituir Ludemar.

Agencia Estado,

19 de janeiro de 2004 | 19h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.