Guarani ainda promete reforços

Há três semanas o discurso dos dirigentes do Guarani é o mesmo em relação ao futuro. Eles garantem que vão superar a crise financeira e o abatimento causado pelo rebaixamento para a Série A-2 do Campeonato Paulista, além DE montar um time competitivo para disputar o Campeonato Brasileiro. "Vamos contratar quatro ou cinco jogadores para vir e jogar. Isso eu garanto", reafirmou o presidente José Luiz Lourencetti. Mas enquanto a diretoria cobra por reforços, a diretoria espera propostas oficiais para vender seus dois principais jogadores: o zagueiro Edu Dracena e o meio-campo Luis Fernando Martinez.Edu é o capitão da seleção brasileira sub-20 que disputa o Campeonato Mundial da categoria, na Argentina. Ele próprio disse que pretende deixar o clube e que já teria recebido ofertas, entre elas uma do exterior. Martinez está na lista de reforços do Internacional-RS, indicado pelo preparador-físico Moracy Sant´ana, que trabalhava no Brinco de Ouro e agora faz parte da comissão técnica de Carlos Alberto Parreira no clube gaúcho.A diretoria garante que não recebeu nenhuma proposta, mas que aceitaria discuti-la para arrecadar fundos e atualizar os salários do elenco, atrasados há dois meses. A esperança do presidente bugrino é receber, o mais rápido possível, parte do dinheiro a que tem direito pelas cotas da televisão no Campeonato Brasileiro. Segundo seus cálculos, o clube vai receber US$ 2,3 milhões da televisão aberta e mais US$ 1,5 milhão das emissoras de sinal fechado, internacional e pay-per-view, incluindo também receitas com as placas publicitárias do estádio Brinco de Ouro.Com esta arrecadação, a diretoria pretende se reforçar para o Brasileiro, mesmo que seja emprestando jogadores e formar uma base para disputar a Série A-2 - segunda divisão - paulista em 2002. Por enquanto, nenhum reforço foi definido. Existe a possibilidade de uma troca com o Goiás que ficaria com o lateral-direito Luciano Baiano, cedendo para o Guarani o volante Túlio e o atacante Zé Carlos, ambos indicados pelo técnico Hélio dos Anjos.

Agencia Estado,

25 de junho de 2001 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.