Divulgação
Divulgação

Guarani apela para Lisca como técnico para evitar queda na Série B do Brasileiro

Técnico, que passou pelo Paraná, estava sem clube após ter sido demitido há algumas semanas

Estadão Conteúdo

08 Outubro 2017 | 18h30

Com uma vitória em 14 jogos e agora ameaçado pelo rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B, a diretoria do Guarani resolveu apelar para a experiência do técnico Lisca, mais conhecido como Lisca Doido, para evitar o pior: o rebaixamento à Série C.

+ Mazinho marca três e Oeste derruba Guarani na Série B

O acerto aconteceu neste domingo porque no último sábado Marcelo Cabo foi demitido após a derrota para o Oeste por 3 a 0, na Arena Barueri, em Barueri (SP), pela 28.ª rodada. O novo comandante será apresentado nesta segunda-feira, antes do primeiro trabalho da semana com o elenco.

Lisca chega ao clube com o auxiliar Márcio Hahn, ex-volante de clubes como Portuguesa e Barueri e que trabalhou com o treinador no Brasil, de Pelotas (RS). A comissão técnica vai ter um novo preparador físico, mas seu nome ainda não foi relevado. O departamento de futebol deve também ser remodelado, com a saída de Anailson Neves do cargo de superintendente.

Em 2016, Lisca foi contratado pelo Internacional como salvador da pátria na Série A do Brasileiro para salvar o clube do rebaixamento. Mas quando chegou já era tarde. Agora ele tem 10 rodadas para salvar a pele do time de Campinas (SP), que no ano passado subiu da Série C.

Ainda neste ano assumiu o Paraná na 16.ª rodada da Série B, na metade de baixo da tabela de classificação, e conseguiu levar o elenco para a quinta posição, brigando por uma vaga no G4. Só deixou Curitiba porque queria priorizar a Série B e desistir das semifinais da Copa da Primeira Liga. Foram sete jogos, com quatro vitórias, dois empates e apenas uma derrota - aproveitamento de 66,7%.

Lisca chega em Campinas com a missão de salvar o Guarani do rebaixamento, mas também para empolgar mais uma vez a torcida, que não sabe o que é uma vitória há sete jogos. O elenco que um dia brigou pela liderança da Série B despencou na tabela de classificação e hoje está com 34 pontos, a dois do Figueirense, atual 17.º colocado. Neste sábado, às 19 horas, o novo treinador estreia contra o Náutico no estádio Lacerdão, em Caruaru (PE), pela 29.ª rodada.

CARREIRA

Com 45 anos, Lisca ficou nacionalmente reconhecido após a sua passagem pelo Ceará em 2015, quando salvou o time da zona de rebaixamento de forma heroica. Nas arquibancadas a torcida entoou o canto: "Saiu do hospício tem que respeitar, Lisca Doido é Ceará", que na época correu todo o Brasil nas redes sociais e foi adaptada para todos os clubes que ele passou desde então.

Nascido em Porto Alegre, ele começou a carreira nas categorias de base do Internacional em 1990 e só foi ganhar uma oportunidade profissional em 2007 com o Brasil-RS. Já passou por muitos clubes como Luverdense, Juventude, Náutico, Sampaio Corrêa, Joinville e mais recentemente o Paraná.

Mais conteúdo sobre:
Guarani futebol Guarani Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.