Guarani arranca empate em Minas

O Guarani conseguiu um bom resultado na Copa do Brasil, ao empatar, por 1 a 1, nesta quarta-feira à noite, com o América-MG, em Minas Gerais, mesmo estando com um jogador a menos durante quase todo o jogo. Como marcou um gol fora de casa, o time paulista precisa apenas de um empate sem gols em Campinas, dia 24, para garantir vaga na próxima fase. Parecia que era dia de goleada do América-MG. Logo aos três minutos, o meia Wagner cruzou para o cabeceio certeiro do atacante Fred. O Independência veio abaixo. O time mineiro empolgou e começou a pressionar. Mas a reação não demorou a vir. Em cobrança de falta de Alexandre, Viola subiu no meio da zaga e, de cabeça, empatou aos 13 minutos. O gol fez com que o Guarani voltasse aoesquema original, explorando os contra-ataques do adversário. Mas cinco minutos depois, o volante Loscri, que já tinha cartão amarelo, deu um carrinho em Wagner. O juiz Edílson Soares da Silva aplicou o segundo cartão e expulsou o jogador argentino. Loscri reclamou muito. "Não acertei ninguém, dei o carrinho na bola. Estamos sendo prejudicados." O técnico Joel Santana agiu rápido e sacou Roncatto para a entrada de Reinaldo. Mesmo com um a menos, o Guarani conseguiu segurar a pressão do time mineiro. Na segunda etapa o América ganhou mais consistência na criação das jogadas com a entrada de Jajá. Mas o sistema defensivodo Guarani estava aguentando a pressão e levando um importante resultado de Minas Gerais. O América procurava o gol com oscruzamentos laterais, mas sem êxito. O volante Roberto foi um guerreiro em campo, marcando, correndo e armando contra-ataques. No final, o Guarani conseguiu manter o excelente resultado e agora precisa apenas de um empate sem gols para conseguir classificação para a próxima fase.

Agencia Estado,

17 de março de 2004 | 23h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.