David Oliveira/Guarani
David Oliveira/Guarani

Guarani bate Atlético-GO, confirma boa fase e completa 5 jogos sem perder

Lucas Crispim fez os dois gols na vitória por 2 a 0 no Brinco de Ouro

Redação, Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2019 | 23h17

O Guarani chegou ao seu quinto jogo de invencibilidade na Série B do Campeonato Brasileiro ao derrotar o vice-líder Atlético Goianiense, por 2 a 0, em partida realizada na noite desta segunda-feira, no Estádio Brinco de Ouro, pela 26.ª rodada. O time campineiro fez um grande primeiro tempo e foi pouco ameaçado pelo adversário.

O resultado levou o Guarani aos 32 pontos, na 12ª colocação. A equipe bugrina começa a sonhar com algo a mais nesta reta final, já que abriu seis da zona de rebaixamento. Já o Atlético, que vinha de dez jogos sem derrotas, ficou com 45, podendo ser ultrapassado pelo Sport, com 44. O Bragantino, líder isolado, tem 51.

Vivendo grande fase na Série B, o Guarani dominou o primeiro tempo do início ao fim. Mas o começo foi preocupante. O time campineiro perdeu logo de cara o volante Igor Henrique lesionado. Felipe Guedes entrou e entrosou com os demais companheiros. Logo aos dez minutos, Thallyson cobrou escanteio na cabeça de Arthur Rezende, que desviou. Lucas Crispim mergulhou para completar para o gol.

A noite era do atacante. Aos 32 minutos, Michel Douglas recuperou a bola no meio de campo e acionou Davó, que ligou para Lucas Crispim. Ele invadiu a área e chutou no fundo das redes. O camisa 11 ainda perdeu a chance de fazer o terceiro, na sequência. Ao receber livre de marcação, mandou no contrapé de Maurício Kozlinski. Antes da bola entrar, Lucas Rocha tirou em cima da linha.

Vice-líder, o Atlético ficou longe das exibições que o colocaram como protagonista do torneio. O time goiano viu o Guarani jogar e só não tomou mais por sorte. Aos 48 minutos, Thallyson bateu falta, a bola desviou e acertou a trave.

No segundo tempo, o Atlético se abriu e ameaçou aos três minutos, Jorginho recebeu de frente para o gol e arriscou de fora da área. Kléver fez grande defesa. O Guarani, por outro lado, foi inteligente, recuou e começou a jogar no contra-ataque. A resposta veio com Lucas Crispim. Ele recebeu de Davó e mandou rente à trave.

Atrás do placar, o time goiano não encontrou outra saída a não ser se atirar ao ataque. Oliveira e Rodrigo Rodrigues, mas não conseguiram passar pela defesa bem postada do Guarani, que chegou ao quinto jogo sem sofrer gol.

Mais cauteloso, o time campineiro administrou o resultado e confirmou mais três pontos na tabela de classificação. Davó colocou correria no jogo, fez boa partida, mas faltou o gol. O final da partida foi de festa. A torcida abraçou o time e a partida terminou com gritos de "olé".

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Coritiba no dia 8 de outubro (terça-feira), às 19h15, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. No mesmo dia, às 20h30, o Atlético-GO recebe o Cuiabá, no Antônio Accioly, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 X 0 ATLÉTICO-GO

GUARANI - Klever; Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta e Thallyson; Deivid, Igor Henrique (Felipe Guedes), Arthur e Lucas Crispim; Davó (Filipe Cirne) e Michel Douglas (Nando). Técnico: Thiago Carpini.

ATLÉTICO-GO - Maurício Kozlinski; Jonathan, Lucas Rocha, Oliveira e Moraes; André Castro (Victor Paraíba), Matheuzinho e Jorginho; Reginaldo (Jairinho), Mike (André Luis) e Rodrigo Rodrigues. Técnico: Wagner Lopes.

GOLS - Lucas Crispim, aos dez, e aos 32 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Jonathan Antero Silva (RO).

CARTÕES AMARELOS - Arthur, Lenon, Luiz Gustavo e Lucas Crispim (Guarani); Reginaldo (Atlético-GO).

RENDA - R$ 39.180,00.

PÚBLICO - 4.658 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.