Daniel Chiesa/Guaranipress
Daniel Chiesa/Guaranipress

Guarani bate Paysandu, vence 3ª seguida e continua na vice-liderança

Braian Samudio marcou os dois gols da partida de cabeça

Estadao Conteudo

13 de junho de 2017 | 21h34

O Guarani segue em excelente fase na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o time alviverde recebeu o Paysandu no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP), e, com atuação sólida da defesa, venceu por 2 a 0, pela sétima rodada. É a terceira vitória seguida da equipe do interior paulista, que se consolida na vice-liderança.

O atacante paraguaio Braian Samudio, duas vezes de cabeça, marcou os gols do triunfo dos donos da casa. A vitória coloca o Guarani com 15 pontos, dois a menos que o líder Juventude, no segundo lugar. Por outro lado, o Paysandu segue em queda livre, chega ao terceiro jogo seguido com derrota e continua com 10 pontos.

Diante de sua torcida e buscando a liderança da Série B, o Guarani não deu chances para o Paysandu jogar. Apesar de encontrar dificuldades para penetrar na defesa adversária, os donos da casa tiveram mais posse de bola e não deixaram os visitantes, que só tiveram uma chance durante o primeiro tempo, ameaçar.

O gol do Guarani, porém, saiu em um erro do Paysandu. Ricardo Capanema virou o jogo e mandou a bola nos pés de Bruno Nazário, que encontrou Eliandro livre. O atacante passou pela marcação e cruzou para Braian Samudio completar de cabeça. A bola ainda bateu no travessão antes de morrer no fundo do gol, aos 35 minutos.

Precisando do resultado, o técnico Marcelo Chamusca mexeu no Paysandu para deixar o time mais ofensivo e quase deu certo no começo da etapa final. No primeiro minuto, Welinton Júnior recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol defendido por Leandro Santos. Mas foi só.

Bem postado no setor defensivo, o Guarani conseguiu neutralizar o Paysandu, mas desandou a perder chances em contra-ataques. Braian Samudio recebeu de Eliandro e chutou forte, mas Emerson fez a defesa em dois tempos. No minuto seguinte, a dupla chegou de novo com perigo e o goleiro espalmou para o lado.

Com tranquilidade, o Guarani trabalhou a bola para matar o jogo aos 35 minutos. Claudinho, que tinha acabado de entrar, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Braian Samudio. Novamente livre de marcação, o paraguaio cabeceou com firmeza no canto de Emerson, que nada pôde fazer. Abatido e sem forçar para reagir, o Paysandu nada fez nos últimos 10 minutos.

Para se manter no G4 da Série B, o Guarani volta a campo nesta sexta-feira, quando visita o Criciúma no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), às 19h15. No sábado, o Paysandu tenta se recuperar da sequência negativa contra o Juventude no estádio Mangueirão, em Belém, às 16h30. As partidas serão válidas pela oitava rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGuarani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.