Guarani contrata gerente de futebol

Preocupados com o futuro do time no Campeonato Brasileiro da Série B após duas apresentações decepcionantes, os dirigentes do Guarani resolveram apostar num especialista. A diretoria anunciou nesta terça-feira a contratação de Eli Carlos para ocupar o cargo de gerente de futebol da equipe. Aos 51 anos, o ex-jogador, revelado no próprio Brinco de Ouro, já exerceu diversas funções no futebol como supervisor, técnico e até empresário.Eli assume o cargo com a missão de recuperar o clube, abalado nos últimos anos por conta de péssimas campanhas e do recente rebaixamento para a Série B. Apontado pela diretoria como solução, o novo gerente não quer ser visto como salvador da pátria. "Uma andorinha só não faz verão. Eu sou um profissional que trabalha em equipe".Eli Carlos é irmão do ex-meia Silas, que passou pelo São Paulo e seleção brasileira, mas também teve vida própria. No início da década de 70 despontou com grande revelação do Guarani, onde acumulou a fama de bad-boy. Meia de habilidade e que marcava gols, brilhou em grandes clubes como Flamengo, Cruzeiro e Coritiba. Quando encerrou a carreira fez de tudo um pouco. Foi supervisor, técnico do Guarani por duas vezes entre 1988 e 1990 e também comandou equipes de menor expressão como Bragantino e Francana.Experimentou a função de empresário, quando caiu em descrédito. Há um ano voltou ao futebol como comentarista de uma emissora de rádio de Campinas. E se depender de suas últimas análises, ainda na semana passada, o Guarani precisa urgente de um atacante que faça gols. Resta saber se o clube terá dinheiro para encontrar o goleador certo.Ainda nesta semana, Eli Carlos terá sua primeira missão indigesta: dispensar alguns jogadores do elenco. O técnico José Carlos Serrão, após duas semanas de trabalho, já avisou que na sua visão o elenco tem quantidade e pouca qualidade. Alguns serão dispensados, outros esperam fechar negócios como o zagueiro Paulo André, que iria defender um clube italiano por 800 mil euros e o volante Careca que tem proposta do Paraná Clube.No meio de tanta mudança, Serrão vai ter a semana para melhorar o rendimento do time que domingo enfrenta o Paulista, em Jundiaí, pela terceira rodada da Série B.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.