Guarani corre atrás de reforços

Para não perder mais tempo, a diretoria do Guarani prioriza a busca de reforços para o Campeonato Brasileiro. A idéia é acertar com alguns jogadores antes da chegada da nova comissão técnica, comandada por Hélio dos Anjos, atual técnico do Juventude-RS. As posições carentes são as meias, um atacante e um lateral-esquerdo. Mas diante das dificuldades financeiras, o clube não fará grandes investimentos. A idéia é acertar com jogadores que tenham passe livre e que possam alugá-lo para o clube, em princípio, até o final do ano. Os dirigentes vão priorizar o Brasileiro, deixando para depois a formação de um time específico para a disputa da série A-2 - segunda divisão - do futebol paulista, no início de 2002. Os nomes, porém, são mantidos em sigilo. Esta tática, inclusive, já foi utilizada com relativo sucesso na contratação da comissão técnica, agora totalmente definida. O técnico será Hélio dos Anjos, auxiliado por Edmar Vasconcelos, seu homem de confiança, e com Luis Carlos Brollo na parte de preparação física. O treinador de goleiros será Brandão, que já trabalha nas divisões de base do clube. A nova equipe só vai se apresentar após o término do Campeonato Gaúcho, uma vez que três deles estão decidindo o título pelo Juventude contra o Grêmio. O primeiro jogo foi vencido pelo time de Porto Alegre, que pode conquistar o título com outra vitória domingo. Hélio dos Anjos é ex-goleiro reserva do Flamengo e titular do Joinville-RS, onde encerrou a carreira prematuramente aos 27 anos. Trabalhou em vários times de Norte a Sul do país, passando por times do interior paulista como o Santo André. Mas nunca foi bem em times maiores, sendo dispensado do Grêmio, por exemplo. Luis Carlos Brollo já passou pelo Guarani, como auxiliar de Pedro Pires de Toledo e depois como primeiro homem de Carlos Alberto Silva, em 1999. Já esteve no Japão e agora encerra sua participação no time de Caxias-RS. Se o Juventude perder o título domingo, a nova comissão técnica deve estar no Brinco de Ouro na próxima terça-feira. Com relação ao gerente de futebol o nome mais cotado é de Neto, ex-meia do Guarani e do Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.