Guarani, de novo, contra o rebaixamento

Depois de um fraco início dentro do Campeonato Brasileiro da Série B, empatar, mesmo fora de casa, é ruim para o Guarani. Esta é a conclusão do técnico Luiz Carlos Ferreira, depois do empate sem gols com a Anapolina, em Anápolis (GO), sexta-feira. O resultado deixou o time campineiro, de novo, na zona do rebaixamento, com 13 pontos, em 17.º lugar.Na verdade, o Guarani voltou à sua rotina, porque só na rodada anterior esteve fora da zona de perigo. O técnico, porém, demonstra confiança na evolução do time, principalmente porque cada vez mais intensifica os trabalhos com o grupo, que também tem recebido reforços. Os jogadores reservas, por exemplo, realizaram um jogo-treino neste domingo cedo diante de um combinado chamado Real Montagner.Com relação a reforços, o volante Rodrigo Sá e o zagueiro Andrei já devem ter condições de estrear diante do Santo André, sábado, no Brinco de Ouro, em Campinas, pela 12.ª rodada. Por outro lado, a semana pode definir a saída de alguns jogadores como o atacante Catatau, o meia Héverton, além do zagueiro João Leonardo e do volante Roberto, estes dois últimos vindos da seleção brasileira Sub-20, terceira colocada. Todos teriam propostas do exterior e devem ser negociados para recompor o caixa do clube, preocupado em manter em dias os salários de jogadores e funcionários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.