Guarani: definido para pegar o Etti

De olho na liderança do Torneio Rio-São Paulo, o Guarani vive uma semana de absoluta tranqüilidade para enfrentar o Etti Jundiaí, domingo, no Estádio Jaime Cintra. O técnico Zé Mário já avisou que não pretende mudar nada no time que venceu seus últimos quatro jogos. A única exceção é a saída forçada do centroavante Dudu, com forte entorse no tornozelo direito, e que ficará longe do time, em princípio, por 20 dias. A solução deste problema já existe: a entrada do volante Alexandre no meio-campo e o avanço de Marcinho para o setor ofensivo ao lado de Léo. É com esta possibilidade que o técnico Zé Mário trabalha, deixando Zé Afonso como opção de aérea e que pode ser usada durante o jogo. O Guarani divide a vice-liderança do Rio-São Paulo com Corinthians, São Paulo e Botafogo, todos com 14 pontos. O gerente de futebol Neto confirmou que realmente fez um convite para o centroavante Luizão, em letígio, com o Corinthians treinar no Brinco de Ouro para manter a forma física. E também ratificou a informação prestada por Luiz Felipe Scolari, nesta quarta-feira, dando conta de que o próprio Neto pediu ao técnico Tite, do Grêmio, para dar um apoio ao amigo Luizão, que precisaria jogar para lutar por uma vaga na seleção brasileira. Neto também está em alta. Ele recebeu dois convites de emissoras de televisão para ser comentarista. Em princípio, ele só admite deixar o clube temporariamente durante a Copa do Mundo. "Acho que isso não atrapalharia em nada meu trabalho no Guarani."

Agencia Estado,

27 de fevereiro de 2002 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.