Guarani derrota Grêmio na despedida

Abandonado por sua torcida, o Guarani se despediu do Campeonato Brasileiro vencendo o Grêmio por 2 a 0, neste domingo à tarde, no estádio Brinco de Ouro. O jogo contou com a presença de apenas 431 pagantes, um dos menores públicos de toda a competição. Mas as torcidas tinham razão de ficar em casa porque os dois times já entraram em campo rebaixados para a Série B em 2005.Se a vitória não evitou o vexame do descenso, pelo menos serviu para que o time de Campinas deixasse a penúltima colocação. Ao atingir 49 pontos, o Guarani terminou o Brasileiro em 22º lugar, na frente do Vitória. Mas o Grêmio acabou na lanterna, com apenas 39 pontos.O Guarani deixa a primeira divisão após 12 anos. E o Grêmio, depois do rebaixamento em 1991, voltou a disputar a Série A em 1993. Os poucos torcedores que foram ao Brinco de Ouro na tarde deste domingo queriam só protestar pelo rebaixamento. E levaram faixas com os seguintes dizeres: "Guarani - Respeite ou deixe-o", "Chega de incompetência!" "Orgulho de ser bugrino e vergonha da diretoria" e "Diretoria obrigado pelo tri-rebaixamento".Os primeiros 15 minutos de jogo foram dignos de dois times rebaixados. Com vários passes errados e desinteresse por parte das duas equipes, a partida parecia amistosa. Mas aos 20 minutos, enfim, um momento de futebol bem jogado. O volante Marcos Paulo tabelou com Sandro Hiroshi, recebeu na entrada da área, fintou um zagueiro e chutou forte de pé esquerdo, fazendo 1 a 0 para o Guarani.O Grêmio respondeu somente aos 30 minutos. O meia Anderson Luiz, que havia entrado no lugar de Bruno Coutinho, recebeu na cara do gol e chutou forte, mas o goleiro Jean defendeu, evitando o gol de empate gremista.Aos 41 minutos, o lateral Patrick lançou Harison, que chutou forte e a bola acabou passando próximo ao travessão do goleiro do Grêmio.O Grêmio voltou para a segunda etapa mais animado. Logo aos 2 minutos, o meia Anderson Luiz novamente saiu na cara do gol e chutou nas mãos do goleiro Jean. Depois disso, a partida ganhou novamente aspecto de amistoso e poucos lances de perigo aconteceram. Mas aos 41, o lateral Patrick cruzou do lado esquerdo e o meia Adriano tocou de primeira fazendo o segundo do Guarani.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.