Guarani desiste de Adãozinho

Com a saída do técnico Jair Picerni e a contratação de Giba para comandar o Guarani no Campeonato Paulista, a diretoria da equipe campineira praticamente desistiu da contratação do veterano meia Adãozinho, de 34 anos. O jogador era um pedido de Picerni, que agora pretende levá-lo para o Palestra Itália. Outro fator importante para a desistência, foi o alto valor pedido pelo São Caetano, dono dos direitos federativos do jogador. O clube queria algo em torno de R$ 150 mil empréstimo de um ano do meia.Giba, novo treinador do Guarani, afirma que "gosta de trabalhar com jogadores emergentes." Ele já adiantou que pretende promover uma integração entre o elenco profissional e o de juniores no Brinco de Ouro.Com isso, os próximos dois reforços que devem chegar à Campinas são o atacante Rodrigão, ex-Botafogo-RJ, e o meia Lúcio, ex-Cruzeiro

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.