Guarani deve atacar Grêmio com Wágner

O atacante Wágner, de 31 anos, pode ser a grande novidade do Guarani para a partida do próximo sábado contra o Grêmio-RS, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela 5ªrodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Nos treinamentos táticos desta quarta-feira cedo, o técnico José Carlos Serrão o escalou ao lado de Mendes e William. Com isso o time fica mais ofensivo dentro do esquema 4-3-3. "Vamos jogar em casa e precisamos do resultado positivo. Existe a possibilidade de sermos mais ousados e vamos trabalhar em cima deste esquema", prometeu o treinador, que sacrificou o volante Careca para a entrada do novo atacante. Serrão entende que o meia Alexandre Salles executa, com qualidade, a função de segundo volante. Curiosamente o atacante Jonas, que marcou os dois gols da vitória sobre o Ceará, continuará no banco de reservas. Contratado na última semana, junto ao Figueirense, Wágner chegou ao clube como a salvação de gols, que desde a saída de Viola, não estão acontecendo. Na sua primeira passagem pelo Guarani, em 2003, ele foi artilheiro do time no Campeonato Brasileiro. "Tive uma boa passagem por aqui em 2003. Quero repetir o bom futebol que mostrei e ganhar meu espaço no clube", comentou.Com quatro pontos, o Guarani ocupa a 18ª posição da Série B, ainda na zona do rebaixamento. A diretoria também dispensou alguns jogadores que estavam em testes, como o lateral Geison, o meia Renatinho e o atacante Bruno. O único aprovado foi o lateral-esquerdo Adavilson, que assinou contrato até o final do ano. A previsão é de que nos próximos dias outros jogadores deverão sair: os laterais Adriano e Gílson, além do meia Adrianinho, que está fazendo testes no futebol suíço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.