Guarani é forçado a iniciar desmanche

As renovações do elenco para a próxima temporada começaram de forma forçada no Guarani. O meia Dinelson, o atacante Rafael Silva e o lateral Ruy não fazem mais parte do elenco, enquanto o atacante Wagner está de malas prontas para atuar no futebol mineiro. Nesse clima, o técnico Barbieri tenta montar uma equipe para enfrentar o Figueirense, sábado, às 18 horas, na despedida do Campeonato Brasileiro. Dinelson e Rafael Silva conquistaram seus direitos federativos na Justiça do Trabalho. Os atletas reclamam quatro meses de salários atrasados e o não recolhimento do Fundo de Garantia. Há quase um mês, o clube perdeu o volante Émerson pelos mesmos motivos. Já Ruy, que discutiu com alguns diretores também por causa de atrasos salariais, rescindiu o contrato e não veste mais a camisa do Guarani. Por outro lado, Wagner, artilheiro da equipe com 15 gols, acertou sua transferência para o Atlético Mineiro. Mesmo assim, o jogador fará sua despedida contra o Figueirense. Mas esses são apenas os primeiros nomes a deixarem o Estádio Brinco de Ouro. Na lista de dispensáveis, aparecem os laterais Patrício e Paulo Henrique, o zagueiro Bruno Quadros, os meias Rafael, Leandro Guerreiro, Esquerdinha e Marquinhos, além dos atacantes Creedence e Rodrigão. Em contrapartida, a diretoria renovou com o goleiro Jean, que está valorizado no mercado interno. Com isso, as mudanças serão muitas na importante partida diante do Figueirense. Para vencer e garantir vaga na Copa Sul-Americana, Barbieri deverá aproveitar jogadores encostados no elenco. Na lateral direita, Patrício e Paulo Henrique brigam pela vaga de Ruy, mas Simão pode ser improvisando na posição. O meia Marquinhos seria o substituto direto de Dinelson, porém ainda não foi liberado pelo departamento médico. Simão e Reinaldo seriam as opções do treinador. O volante Leandro Guerreiro e o zagueiro Bruno Quadros retornam de suspensão. Glauber e Nenê, respectivamente, devem retornar ao banco de reservas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.