David Oliveira / Guarani FC
David Oliveira / Guarani FC

Guarani e Novorizontino empatam em Campinas em jogo equilibrado

Cada equipe domina um tempo da partida no Brinco de Ouro da Princesa

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2020 | 19h22

Guarani e Novorizontino empataram, por 1 a 1, debaixo de intenso calor neste sábado à tarde no estádio Brinco de Ouro em Campinas, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Um resultado que pareceu o mais justo, porque o time da casa dominou o primeiro tempo, enquanto o visitante criou mais chances na etapa final.

Para o time de Campinas, o resultado o deixa ainda na liderança do Grupo D, com nove pontos, na briga direta pela classificação às quartas de final. Para o Novorizontino, o empate o manteve invicto, ao lado do Mirassol, e com a melhor defesa, com dois gols, ao lado do Palmeiras. Mas, com 10 pontos no difícil Grupo B, ocupa a terceira posição. O Palmeiras também está com 10, atrás do Santo André na liderança, que tem 15 pontos.

No primeiro tempo, o Guarani teve amplo domínio do jogo, inclusive com 75% de posse de bola. Com o time bem armado em campo, chegou ao gol aos oito minutos. Após escanteio pelo lado esquerdo, a bola ficou com Lucas Crispim, que levantou a bola em direção à pequena área. Igor Henrique subiu mais do que todos e cabeceou firme no canto esquerdo do goleiro Oliveira.

Mesmo sem conseguir acertar o seu sistema de marcação, o Novorizontino empatou aos 34 minutos, na sua única chance ofensiva. Após escanteio, Jenison subiu sozinho e testou de cima para baixo. O goleiro Jefferson Paulinho fez grande defesa, mas no rebote, na pequena área, o zagueiro Bruno Aguiar bateu com força e no alto.

O técnico Roberto Fonseca conseguiu no intervalo ajustar o sistema de marcação do Novorizontino. No início do segundo tempo, adiantou a sua equipe e criou dificuldades para a saída de bola do time campineiro. Depois recuou de forma estratégica, para explorar os contra-ataques.

Mas foi o Guarani que teve uma grande chance para marcar aos 27 minutos. Depois de cruzamento de Bruno Sávio o meia Lucas Crispim finalizou e o goleiro Oliveira fez grande defesa. Mas no contra-ataque, o Novorizontino criou as melhores chances para virar o placar.

O goleiro bugrino, Jefferson Paulino, salvou o Guarani duas vezes. Aos 29 minutos quando defendeu chute à queima roupa de Cléo Silva e aos 33 minutos, num chute de Danielzinho e depois no rebote quando abafou a conclusão de Guilherme Queiroz.

Pela sétima rodada, o Guarani vai enfrentar o Palmeiras, na quinta-feira no Allianz Arena, em São Paulo, a partir das 21h30. O Novorizontino volta a campo na próxima sexta-feira, em casa, diante do Mirassol, a partir das 19h15.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 1 X 1 NOVORIZONTINO

GUARANI - Jefferson Paulino; Pablo (Cristovam), Romércio, Bruno Silva e Bidu; Deivid, Lucas Abreu, Igor Henrique e Lucas Crispim; Júnior Todinho (Giovanny) e Rafael Costa (Bruno Sávio). Técnico: Thiago Carpini.

NOVORIZONTINO - Oliveira; Celsinho, Everton Sena, Bruno Aguiar e Paulinho; Adilson Goiano, João Pedro (Léo Baiano) e Danielzinho; Cléo Silva, Felipe Marques (Capixaba) e Jenison (Guilherme Queiroz). Técnico: Roberto Fonseca.

GOLS - Igor Henrique aos oito e Bruno Aguiar aos 34 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Raphael Claus.

CARTÕES AMARELOS - Bruno Sávio (Guarani). Cléo Silva e Capixaba (Novorizontino).

RENDA - R$ 62.234,00.

PÚBLICO - 3.892 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.