Guarani e Paulista fazem promoções

As torcidas de Guarani e Paulista estão entrando em campo a favor de seus times no Campeonato Brasileiro da Série B. Empurrados por promoções, os torcedores prometem atuar como 12.º jogador no sábado, quando ambos terão jogos decisivos pela 19.ª rodada. A maior empolgação é vista em Campinas, com 10 mil ingressos vendidos antecipadamente para ver o jogo do Guarani contra o líder Santa Cruz, no Brinco de Ouro. Os ingressos, até sexta-feira, custam apenas R$ 3 para quase todos torcedores enquadrados entre sócios, mulheres e uniformizados. O preço normal de R$ 10 será praticado somente sábado. A expectativa é para a presença de 15 mil torcedores, mesmo porque menos de 12 anos acompanhados dos pais ou responsáveis entrarão gratuitamente. "O que vale agora é a presença da torcida e não a receita", explica o gerente de marketing bugrino, Marcos Bortoloti. Com 26 pontos, o time campineiro precisa vencer para continuar sonhando com uma vaga na segunda fase. Depois espera somar mais quatro pontos nos últimos dois jogos, diante do Caxias, fora, e Avaí, em casa. O retrospecto do time diante de sua torcida é positivo, ainda invicto, com sete vitórias e dois empates. Em Jundiaí, a diretoria também convocou a torcida do Paulista, mas para ajudar o time num objetivo diferente: evitar o rebaixamento à Série C. O time soma 22 pontos, ocupa a 18.ª posição e receberá a Portuguesa. Os ingressos estão sendo vendidos a apenas R$ 5. Além disso, uma loja de material esportivo, uma rede de supermercado, uma loja de doces e uma de fogos da cidade dão dois ingressos a seus clientes a partir da compra no valor de R$ 50. Um esquema parecido já foi adotado nos jogos decisivos da Copa do Brasil, que ajudou o time na conquista do título inédito. Desta vez, porém, o interesse não é tão grande. "Por causa da situação ruim na classificação e também porque os adversários não sã o tão conhecidos como na Copa do Brasil, quando recebemos times do porte do Internacional, do Cruzeiro e do Fluminense", justifica o presidente Eduardo Palhares. Mesmo assim, a estimativa é de que perto de seis mil torcedores estejam no Estádio Jaime Cintra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.