Thomaz Marostegan / Guarani
Thomaz Marostegan / Guarani

Guarani e Vitória estreiam na Série B com empate no Brinco de Ouro

Na estreia do técnico Daniel Paulista, o time de Campinas fica no 1 a 1

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2021 | 21h35

Nem mesmo a estreia do técnico Daniel Paulista foi o suficiente para o Guarani iniciar o Campeonato Brasileiro da Série B com vitória. O time bugrino ficou no empate por 1 a 1 com o Vitória na noite desta sexta-feira, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Após um primeiro tempo movimentado, o jogo caiu de produção na reta final e a igualdade foi confirmada com a acomodação de ambas as equipes.

Guarani e Vitória fizeram um primeiro tempo muito movimentado. O time baiano começou melhor e foi logo abrindo o marcador. Aos oito minutos, Soares recebeu de Samuel e arriscou, da entrada da área. Rafael Martins chegou a tocar na bola, mas não conseguiu evitar o gol. Após sair atrás do placar, a equipe campineira acordou e viu Ronaldo fazer grande defesa em tentativa de Bruno Sávio.

O jogo continuou com boas oportunidades de ambos os lados, até que o Guarani aproveitou a leve superioridade para deixar tudo igual aos 28 minutos. Júlio César acionou Bidu, que invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado para mandar a bola no fundo das redes. Apesar do gol, o Vitória não se intimidou e só não ficou à frente do placar novamente, pois a tentativa de Soares ficou na trave.

Nos minutos finais, o Guarani apostou na habilidade de Davó, que teve duas oportunidades, mas acabou desperdiçando-as. O Vitória, por sua vez, fez uma pressão. David e João Pedro tentaram, mas não conseguiram evitar o empate parcial.

O segundo tempo foi diferente. O Vitória teve a posse de bola, enquanto o Guarani foi mais cauteloso, consequentemente as chances diminuíram. O time baiano chegou perto em arremate de Samuel, mas a equipe mandante foi só ameaçar aos 22 minutos, com Júlio César, em chute que passou rente à trave de Ronaldo.

A partida caiu muito de produção, com ambas as equipes acomodadas com o resultado. Os treinadores tentaram mudar, mas as alterações não fizeram efeito e o empate acabou sendo decretado. A melhor chance foi do Guarani. Régis tentou encobrir Ronaldo e jogou para fora. No fim, Pedrinho foi expulso por atingir Matheus Souza, mas nada que modificasse o panorama do duelo.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Operário na terça-feira, às 19h, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). O Vitória só entrará em campo em 7 de junho (segunda-feira), às 20h, contra o Náutico, no Barradão, em Salvador (BA).

FICHA TÉCNICA

GUARANI 1 X 1 VITÓRIA

GUARANI - Rafael Martins; Pablo, Thales, Carlão e Bidu; Bruno Silva, Índio (Tony) e Andrigo (Rafael Costa); Bruno Sávio (Matheus Souza), Julio César (Renanzinho) e Matheus Davó (Régis). Técnico: Daniel Paulista

VITÓRIA - Ronaldo; Raul Prata, Marcelo Alves, João Victor e Pedrinho; Gabriel Bispo, João Pedro (Fernando Neto) e Soares (Bruno Oliveira); David, Samuel (Samuel Granada) e Guilherme Santos (Ygor Catatau). Técnico: Rodrigo Chagas.

GOLS - Soares, aos oito, e Bidu, aos 28 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL).

CARTÕES AMARELOS - Régis e Thalles (Guarani); Gabriel Bispo (Vitória).

CARTÃO VERMELHO - Pedrinho (Vitória).

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.