Guarani em Minas para esquecer Paulistão

O Guarani estréia na segunda fase da Copa do Brasil contra o América-MG na esperança de esquecer a péssima participação do Campeonato Paulista, onde somou o menor número percentual em toda sua história. O jogo acontece nesta quarta-feira, às 20h30, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O técnico Joel Santana, que ganhou uma trégua da diretoria, está animado com a evolução do time, acreditando que possa repetir a boa atuação na derrota para o Santo André, por 4 a 3. "Nós perdemos, mas realizamos a melhor partida sob meu comando. O time está crescendo muito de produção", garante Santana. Apesar do elogio ele não se furtou ao direito de promover uma mudança na defesa, com a saída de Thiago para a entrada de Juninho, que recupera a posição. "É uma mudança normal, porque o Juninho vem treinando muito bem e mostra um ritmo de jogo maior", explica o técnico que espera superar esta fase da competição para garantir sua permanência no cargo durante o Campeonato Brasileiro. Não existe a expectativa do time em vencer por dois gols de diferença para já garantir usa vaga na terceira fase. "Vamos a Belo Horizonte para jogar o melhor jogo, nada de pensar em marcar gols. Tudo é questão de momento", completa Santana. Nem poderia ser diferente, porque o time não vence há seis jogos, dois deles pela primeira fase da Copa do Brasil quando empatou com o desconhecido União Cacoalense, em 1 a 1, em Rondônia, e zero a zero, no Brinco de Ouro, em Campinas. Os jogadores participaram de um coletivo pela manhã, quando o time foi definido com apenas uma mudança. A delegação embarcou à tarde com destino a Belo Horizonte. O time terá como adversário um velho conhecido: o técnico Carlos Alberto Silva que participou de momentos marcantes do Guarani. Em 1978 levou o time ao inédito título de campeão brasileiro, enquanto em 2001 foi rebaixado no Campeonato Paulista. O Guarani só não disputou a Série A-2 porque em 2002 foi criada Liga Rio-São Paulo e o clube acabou incluído no Torneio Rio-São Paulo.

Agencia Estado,

16 de março de 2004 | 16h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.