Guarani empata com Criciúma, aumenta jejum e pode demitir Marcelo Cabo

Bugre chega ao sexto jogo sem vencer com empate por 0 a 0 em casa

Estadão Conteúdo

30 de setembro de 2017 | 21h26

O Guarani não saiu de um desanimador 0 a 0 com o Criciúma, neste sábado, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 27.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e segue em queda livre na competição. São seis jogos sem vitória - apenas um triunfo em 14 partidas - e o time campineiro sofre a pressão de estar cada vez mais próximo da zona de rebaixamento.

O resultado deixa o Guarani na 12.ª posição na tabela, com 34 pontos ganhos, a três do Luverdense, primeiro time na zona do descenso. Já o Criciúma é o oitavo colocado na tabela, com 39 pontos. O time catarinense ainda sonha com uma arrancada para encostar nos quatro primeiros, que garantem vaga na Série A em 2018.

+ D'Alessandro marca 2, Inter vence 8ª seguida em casa e dispara no topo da Série B

Com a derrota, provavelmente o técnico Marcelo Cabo não resistirá no cargo. Durante a última semana, o presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho, chegou a dizer que somente o resultado positivo interessaria. Caso contrário, o treinador não permaneceria.

O Guarani dominou boa parte do primeiro tempo e criou pelo menos três grandes chances de abrir o placar. A principal delas aos 35 minutos, quando Eliandro recebeu lançamento, invadiu a área sozinho e tentou driblar o goleiro Luiz. O centroavante poderia ter finalizado e encerrado um jejum de 16 jogos sem marcar um gol.

Na segunda etapa, o time da casa poderia ter marcado logo aos dois minutos, novamente com Eliandro, que recebeu bola dentro da área e, sem marcação, acabou escorregando. O Criciúma, por sua vez, teve chance de marcar com o lateral Diego Giaretta, em finalização perigosa aos 12 minutos.

O técnico Marcelo Cabo apostou em algumas alterações no segundo tempo para aumentar o poder ofensivo do Guarani. Betinho, que havia acabado de entrar, quase fez aos 31 minutos. Kevin cobrou lateral e Caíque ajeitou para o volante, que chutou próximo ao travessão.

Nos minutos finais, o Guarani voltou armar uma verdadeira blitz no campo de ataque. Aos 43 minutos, Caíque recebeu cruzamento e exigiu ótima defesa de Luiz, que mandou para escanteio. Depois, Paulinho cobrou falta e acertou o travessão.

O Guarani volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Oeste, às 16h30, na Arena Barueri, pela 28.ª rodada da Série B. No mesmo dia e horário, o Criciúma receberá o Londrina, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 0 X 0 CRICIÚMA

GUARANI - Vagner; Lenon, Ewerton Páscoa, Diego Jussani e Kevin; Baraka, Evandro, Denner (Betinho) e Bruno Nazário (Caíque); Paulinho e Eliandro (Serafim). Técnico: Marcelo Cabo.

CRICIÚMA - Luiz; Maicon Silva, Nino, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Ricardinho (Jonatan Lima) e Douglas Moreira (Moisés); Caíque (Jocinei), Lucão e Silvinho. Técnico: Beto Campos.

ÁRBITRO - Alinor Silva da Paixão (MT).

CARTÕES AMARELOS - Não houve.

RENDA - R$ 14.414,00.

PÚBLICO - 1.730 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.