Reprodução Twitter Figueirense
Reprodução Twitter Figueirense

Guarani empata com Figueirense e praticamente dá adeus ao acesso

Equipe de Campinas teria de vencer todos os jogos e contar com uma sequência improvável de resultados

Estadão Conteúdo

06 Novembro 2018 | 23h42

O Guarani praticamente deu adeus ao sonho de conquistar o acesso na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta terça-feira, ao ficar no empate sem gols diante do Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, pela 35ª rodada.

Com o resultado, o time campineiro ficou na nona posição, com 50 pontos, contra 57 do Avaí, quarto colocado. Há três jogos do fim, o Guarani teria de vencer todos os jogos e contar com uma sequência improvável de resultados para classificar. Sem chance de acesso, o Figueirense soma 46, em 11º.

Sem muita ambição nesta reta final de Série B, o Figueirense fez um primeiro tempo com a clara intenção de segurar o Guarani. O time catarinense teve lampejos de bom futebol, mas sem muita empolgação. Na melhor chance, Renan Mota saiu da marcação e deixou para Felipe Amorim. O atacante disparou e chutou de esquerda, na trave.

Com o passar do tempo, o Guarani cresceu e se impôs para cima do Figueirense, mas a estrela do goleiro Vitor começou a brilhar. Rafael Longuine saiu de frente para o gol e parou num milagre do goleiro da equipe catarinense, que voltou a brigar ao travar um arremate de Poveda, logo na sequência.

O Figueirense só foi chegar com perigo novamente no fim do primeiro tempo. Aos 45 minutos, em boa troca de passes, a bola ficou com Matheus Sales. O volante soltou o pé e mandou muito perto do gol de Agenor.

O Guarani voltou melhor para o segundo tempo, tentando envolver o Figueirense, mas novamente encontrou Vitor pelo meio do caminho. O goleiro fez grande defesa em um chute de fora da área de Ricardinho.

Após o susto, o jogo esfriou. Atuando contra o tempo, o Guarani perdeu força e deixou o Figueirense mandar na partida. Só que o time catarinense não se preocupou muito com a criação e apenas segurou o resultado. A melhor e única chance foi com Daniel Costa, que girou em cima da defesa e chutou por cima do gol de Agenor.

Na próxima rodada, o Figueirense enfrenta o Vila Nova na sexta-feira, às 19h15, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. No sábado, às 21h, o Guarani recebe o Paysandu no Brinco de Ouro, em Campinas.

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 0 X 0 GUARANI

FIGUEIRENSE - Vitor Caetano; Matheus Sales, Henrique Trevisan, Nogueira e João Paulo; Betinho, Pereira (Marco Antônio), Gustavo Ferrareis (Romarinho) e Renan Mota; Felipe Amorim (Daniel Costa) e Elton. Técnico: Rogério Micale.

GUARANI - Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Romário; Willian Oliveira, Ricardinho, Jefferson Nem (Caíque), Denner (Rondinelly) e Rafael Longuine (Matheus Oliveira); Poveda. Técnico: Umberto Louzer.

ÁRBITRO - João Batista de Arruda (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Betinho, Daniel Costa, Pereira e Elton (Figueirense); Caíque, Fabrício e Philipe Maia (Guarani)

RENDA - R$ 26.570,00.

PÚBLICO - 1.327 pagantes.

LOCAL - Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.