Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Guarani espera por Lori Sandri

A diretoria do Guarani espera anunciar nesta segunda-feira o seu novo treinador, que substituirá a Joel Santana, demitido no sábado após o empate em casa sem gols com o Atlético Paranaense. E Lori Sandri, do Internacional-RS, é o preferido da maioria dos dirigentes bugrinos. Tanto que ele só não voltará a trabalhar no estádio Brinco de Ouro se não quiser deixar o clube gaúcho. Lori Sandri já tinha recebido uma proposta oficial do clube no início da temporada. Na época, o Guarani disputava o Campeonato Paulista e o treinador já era Joel Santana, que não realizava um trabalho satisfatório. Mas recusou o convite porque Joel Santana ainda estava no cargo. Com 55 anos, Lori Paulo Sandri já realizou bom trabalho no Guarani em 1985/1986, ficando em terceiro lugar no Paulistão de 1985. Depois, esteve para voltar para o clube em outras ocasiões, mas nunca houve acerto. Sua última passagem pelo futebol paulista aconteceu na temporada de 2001, quando levou o Botafogo, de Ribeirão Preto, ao vice-campeonato paulista, perdendo o título para o Corinthians. A questão, agora, é o desligamento do técnico do Colorado. A sua situação não é das mais confortáveis, já que seu trabalho vem sendo contestado pelos torcedores, que pedem sua saída. Ele assumiu o Internacional no começo desta temporada e nunca chegou a ser unanimidade entre os torcedores do clube e, após a eliminação na Copa do Brasil, na última quarta-feira para o Vitória-BA. Caso não saia o acordo com Lori Sandri, a diretoria promete voltar à carga sobre Zetti, do Paulista de Jundiaí. Tite, ex-São Caetano, foi sondado, mas alegou estar aguardando uma proposta do futebol japonês. Mário Sérgio, ex-Atlético-PR, foi descartado junto com Marco Aurélio Moreira, ex-técnico da rival Ponte Preta e que está parado desde o final do ano quando retornou do Japão. O novo técnico do Guarani terá que preparar o time para o jogo contra o Corinthians, transferido de sábado para domingo, dia 16, em São Paulo. O time campineiro tem uma campanha fraca, com cinco pontos em cinco jogos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.