Guarani freia busca por centroavante após goleada na estreia da Série C

Marcelo Chamusca vem pedindo a contratação de um atacante de referência desde que chegou ao Guarani, mas, depois da goleada na estreia da Série C do Brasileiro sobre o Guaratinguetá, por 4 a 0, no último domingo, o treinador parece ter ficado mais tranquilo e pediu para a diretoria não ter pressa em contratar tal jogador.

Estadão Conteúdo

25 de maio de 2016 | 20h30

"O mercado está difícil. Eu mesmo sinalizei que não quero trazer qualquer atleta. Nossa munição é pequena e não podemos ficar gastando bala. Temos que ter paciência. Não tem jogador nessa posição que possa vir, vestir a camisa do Guarani e dar o retorno que a gente espera. Vamos buscar esse jogador, mas sem pressa, sem agonia", disse o treinador.

Recentemente, a diretoria tentou a contratação do experiente Leandrão, que defendeu o Boavista no Campeonato Carioca e pertence ao Vasco da Gama. O atacante, porém, foi reintegrado ao elenco do time carioca depois de Riascos voltar para o Cruzeiro.

Enquanto isso, o clube continua enfrentando problemas com os "pratas da casa". Após a liberação do meia Watson pela Justiça do Trabalho através de uma liminar, houve a tentativa semelhante de João Vitor, meio-campista. Ele ainda não obteve a liminar, mas tem marcada uma audiência na 4.ª Vara Trabalhista de Campinas no dia 28 de junho, às 12h50. A direção garante que mantém em dia salários e recolhimentos do Fundo de Garantia, motivos alegados para a liberação do atleta através da via judicial.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolGuarani Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.