Guarani já pensa em renovar com Viola

A diretoria do Guarani promete não medir esforços para manter o veterano atacante Viola, de 35 anos, no elenco para o Campeonato Brasileiro. Ele marcou gols nos últimos três jogos do time e, finalmente, parece estar na sua melhor forma física. O problema é que seu contrato, de apenas três meses de duração, vence no dia 22 de abril.Viola fez o gol da vitória do Guarani sobre o América-MG, quarta-feira, em Campinas, garantindo a vaga do clube de Campinas na terceira fase da Copa do Brasil. Antes, ele tinha marcado no empate do jogo de ida, em Minas, que acabou 1 a 1. E, pelo Campeonato Paulista, o atacante também balançou as redes, cobrando pênalti, na derrota de 4 a 3 para o Santo André, no ABC. "Estou me sentindo bem e confiante" garantiu Viola. O técnico Joel Santana concorda. Para ele, o atacante "hoje pode vestir a camisa de qualquer clube brasileiro, porque está em forma". Na verdade, antes de ir para Campinas, Viola estava seis meses sem jogar, desde que voltou do futebol turco.A diretoria do clube tenta agora chegar a um acordo para mantê-lo no elenco até o final do ano. O problema, é claro, são os números.Por seu contrato trimestral, Viola receberá R$ 135 mil.Fim da agonia - A vitória do Guarani sobre o time mineiro derrubou um jejum de 108 dias sem vitórias em casa. A última tinha ocorrido no dia 7 de dezembro de 2003, quando a equipe derrotou o Paysandu-PA, na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.Desde 1999, ano da sua estréia na competição, o Guarani não chegava à terceira fase da Copa do Brasil. O seu próximo adversário sairá do confronto entre Santo André e Atlético Mineiro, que voltam a jogar dia 7 de abril. Na quarta-feira, no ABC, o time paulista venceu por 3 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.