Guarani não antecipará contratações

Depois de perder o goleiro Ronaldo para seu maior rival, a Ponte Preta, a direção do Guarani promete mudar sua postura em relação a reforços. Os nomes serão anunciados somente após a assinatura de contrato, justamente o que faltou com o ex-goleiro do Corinthians. O mais irritado com a situação foi o gerente de futebol, Neto Ferreira, que tinha acertado pessoalmente a vinda de Ronaldo para o Brinco de Ouro. "Mas a Ponte entrou no meio e atrapalhou tudo", disse Neto, reconhecendo seu erro. Na verdade, o goleiro declarou, ao ser apresentado no Majestoso, que ficou liberado pelo Guarani a partir do momento que o clube não efetuou o primeiro pagamento que justificaria a assinatura de contrato. O fato dele se mudar para o rival também causou um desgaste. Neto e a diretoria continuam tendo muitas dificuldades para encontrar reforços, devido à falta de recursos financeiros. Até a contratação do meia Marcelo Passos, do Santos, está sendo descartada por falta de um acordo. A saída pode ser a contratação de jogadores jovens e baratos. É o caso do meia Alex França e do zagueiro Émerson, ambos do Bragantino. O clube continua perdendo reforços, como o zagueiro André Astorga, que vai permanecer no União Barbarense. O meia Fernando Fumagalli deve ser negociado, pelo Santos, com o Cruzeiro, enquanto Eduardo Marques será devolvido ao time da Vila Belmiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.