Guarani nega desmanche para 2004

O presidente do Guarani, José Luís Lourencetti, afirmou na tarde desta terça-feira que a intenção do clube é manter a base do elenco para a próxima temporada. Com isso, o dirigente negou as suposições de que, após o Campeonato Brasileiro, o elenco passaria por um desmanche, se desfazendo dos seus principais jogadores. ?Temos um ou outro caso mais complicado, mas a intenção é permanecer com o mesmo grupo de jogadores e até realizar algumas contratações", afirmou Lourencetti. A situação mais difícil, segundo o dirigente, é a do lateral-direito Ruy, um dos destaques do time no Brasileiro. O passe do jogador, que está emprestado ao time de Campinas, está vinculado ao Cruzeiro e o clube mineiro deve pedir um valor acima dos padrões bugrinos para a negociação. "O caso do Ruy é diferente. Ele vem realizando um bom campeonato e deve ficar muito valorizado. Mas vamos fazer de tudo para permanecer com o jogador, se possível, comprando seus direitos federativos", finalizou o cartola. Há, porém, um lista de prováveis dispensáveis, ou por questão técnica, como o meia Esquerdinha e os laterais Paulo Henrique e Patrício, ou por questões financeiras como o meia Marquinhos além dos atacantes Rodrigão e Credeence. O técnico Barbieri prefere ficar longe deste tipo de discussão. Após a derrota por 3 a 0 para o Goiás, ele reconhece que diminuíram sensivelmente as chances do time garantir uma vaga na Taça Libertadores. ?Mas acho que podemos pensar numa vaga na Copa Sul -Americana?, diz, animado, com os 54 pontos que garantem ao clube a 12ª posição. Seu objetivo agora é acertar o time para o jogo contra o Bahia. As principais mudanças acontecerão nas laterais com as entradas de Ruy, após cumprir suspensão, no lugar de Patrício e de Gilson, recuperado de contusão, no lugar de Alex, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.