Guarani pede paciência à torcida

Garantindo que já contratou dois reforços e que tem outros nomes praticamente definidos, a diretoria do Guarani está pedindo paciência para sua torcida. Depois de ser rebaixado para a Série A-2 - segunda divisão - do Campeonato Paul ista, o clube agora se prepara para evitar o rebaixamento dentro do Campeonato Brasileiro."Já contratamos um zagueiro e um volante, mas eles só vão se apresentar no começo de julho", confirmou o presidente José Luiz Lourencetti, alegando que ambos têm contrato com seus clubes até dia 30 de junho. O zagueiro pode ser Sangaletti, ex-zagueiro revelado pelo Juventus, com passagens pelo próprio Guarani, Corinthians e que, no momento, está no Náutico-PE.Para o meio-campo, a novidade pode ser Túlio, do Goiás, indicado pelo técnico Hélio dos Anjos que ainda não conseguiu fazer um coletivo por fal ta de número. O elenco atual só tem 18 jogadores, mesmo assim alguns deles fazem testes no Brinco de Ouro, como os atacantes Wilson, ex-Primavera de Indaiatuba e Jesuel, que teve passagem pelo futebol do Pará. "Por enquanto nós podemos observar jogador es. Mas depois precisamos de mais qualidade para fazer um bom papel no campeonato", alerta o técnico, sem esconder sua preocupação.O Guarani atravessa uma grave crise financeira. Os salários dos jogadores estão atrasados dois meses e a diretoria espera acertar o déficit com parte do dinheiro que tem direito dentro do Clube dos 13 e por sua participação no Brasileiro. O Guarani ter ia direito a receber US$ 2 milhões, dinheiro que será destinado à competição.Alguns reforços do time podem vir do Campeonato Paulista da Série A-2, que termina em duas semanas. Entre eles, estaria o centroavante Sandro Gaúcho, do Santo André, e Didi, ex-Corinthians, que defende o Ituano. Outro atacante visado é Rodrigão, do Santos.

Agencia Estado,

20 de junho de 2001 | 13h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.