Guarani perde e Atlético-GO assume a ponta da Série B

Time de Goiás faz 3 a 0 no Duque de Caxias em casa; equipe de Campinas leva 4 a 3 da Portuguesa no Canindé

AE, Agencia Estado

29 de julho de 2009 | 00h13

O Campeonato Brasileiro da Série B conheceu nesta terça-feira o seu quarto líder diferente. Pela 14.ª rodada, o Atlético Goianiense não tomou conhecimento e passou pelo Duque de Caxias, em Goiânia, por 3 a 0. A liderança, porém, só foi consumada graças à derrota de virada do Guarani, que chegou a estar vencendo a Portuguesa por 3 a 1, mas permitiu a reação e a vitória da rival paulista por 4 a 3, em grande exibição no segundo tempo.    

 

Veja também:

Brasileirão Série B - tabela Classificação | lista Tabela

especialSÉRIE B - Leia mais sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com a vitória diante de sua torcida, o Atlético chegou aos 29 pontos e acabou com o domínio do Guarani, que permaneceu com 28 e perdeu a ponta da tabela após nove rodadas. Os dois times se enfrentam na próxima sexta, em Campinas, no duelo que pode mudar novamente a liderança da Série B.

Enquanto isso, a Portuguesa se consolidou no G-4, o grupo de acesso, e também na briga pela ponta da tabela. O time de Paulo Bonamigo venceu a segunda partida consecutiva e alcançou os 27 pontos, em terceiro lugar. O Duque de Caxias não acumula boas notícias. O time fluminense chegou à oitava partida sem vitória e, com 14 pontos, se afundou na zona de rebaixamento, em 18.º lugar.

A briga pelo G-4 também foi destaque na rodada. Após bater a Ponte Preta no sábado, o Figueirense manteve a boa fase e precisou apenas do primeiro tempo para fazer 3 a 1 no Brasiliense, em Florianópolis. A vitória pôs os catarinenses em quarto lugar, com 26 pontos. Já o Brasiliense caiu para o décimo, com 19, depois de sofrer a quinta derrota consecutiva.

No Rio de Janeiro, o Vasco não teve uma atuação brilhante, mas venceu o Fortaleza por 2 a 1 e garantiu-se na briga para entrar no G-4. O time carioca é o quinto colocado, agora com 26 pontos, enquanto os cearenses, após três derrotas consecutivas, estão em 17.º, na zona de rebaixamento, com 14.

Em Campinas, a Ponte Preta contou com a fragilidade do Vila Nova para vencer por 3 a 1, em Campinas, e se recuperar da derrota na última rodada. O resultado, porém, não foi o bastante para colocar a equipe novamente entre os quatro primeiros. Graças às vitórias de Vasco e Ceará, a Ponte termina o dia somente em sétimo lugar, com 24 pontos. Já o Vila Nova está a um passo de entrar na zona de rebaixamento.

Outros que entraram na briga por vaga no G-4 foram Ceará e Bragantino. Os cearenses aproveitaram a ausência do artilheiro Marcelo Ramos, contratado pelo Sport, e venceram o Ipatinga por 2 a 0, no Castelão, em Fortaleza. Já o Bragantino goleou o América-RN por 4 a 1, em Natal, com dois gols contras marcados pelos potiguares. O Ceará é o sexto colocado, com 25 pontos, enquanto o Bragantino subiu para o oitavo lugar, com 22.

O Bahia também luta para se aproximar do bloco de cima. Mas vacilou ao empatar por 2 a 2 com o Juventude, em Salvador, depois de estar vencendo por 2 a 0. Assim, chegou aos 20 pontos, em nono lugar. Os gaúchos, que empataram a segunda partida consecutiva, estão em 14.º, com 16.

A noite foi feliz para o ABC, que venceu o Paraná por 3 a 1, em Curitiba, e conquistou a primeira vitória sob o comando de Flávio Lopes - a equipe não vencia há sete rodadas. Esta também foi a primeira vitória do time potiguar como visitante. Mesmo assim, segue na zona de rebaixamento, agora com 11 pontos, em penúltimo lugar.

No jogo que abriu a rodada, o São Caetano goleou o lanterna Campinense por 4 a 1 e deixou a zona de rebaixamento. O time de Antônio Carlos assumiu a 15.ª posição, com 15 pontos, e afundou ainda mais os paraibanos, que continuam com seis pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.