Guarani perde para Mogi Mirim, encerra série invicta e se complica na Série A2

Bugre pode deixar a zona de classificação para as semifinais

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2017 | 18h30

O Guarani sofreu uma derrota inesperada nesta tarde quando caiu diante do Mogi Mirim por 1 a 0, fora de casa, no Estádio Vail Chaves, pela 17.ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Além de perder uma série invicta de oito jogos, o time campineiro pode deixar a zona de classificação às semifinais e perder a quarta posição, que ocupa com 27 pontos, após o complemento da rodada, nesta noite. O Mogi respira na sua luta contra o rebaixamento, com 17 pontos.

O primeiro tempo da partida desta quarta foi muito ruim tecnicamente, apesar do maior volume do Guarani. Na etapa final, o jogo ficou mais aberto e os dois times criaram chances.

O Mogi Mirim se deu melhor ao conseguir um pênalti bastante contestado. Lenon salvou a bola em cima da linha de gol, mas o árbitro Flávio Rodrigues de Souza considerou que o jogador utilizou o braço, marcou pênalti e ainda expulsou o latera. Na cobrança, aos 29 minutos, Guilherme converteu. Não houve reação.

Apenas 760 torcedores estiveram presentes a este jogo. O curioso é que o estádio do Mogi Mirim não permite a entrada de menores de idade (18 anos) mesmo acompanhados dos pais ou responsáveis. Uma determinação judicial muito questionada pune o clube local desde o ano passado. A alegação é a falta de segurança para as crianças.

O Guarani agora vai ter que torcer contra seus concorrentes, além de ir bem nos seus dois últimos jogos. Na próxima segunda-feira à noite recebe no Brinco de Ouro o Barretos e na última rodada visita o Batatais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.