Guarani pode mudar contra Ituano

Nem Finazzi, nem Davi e muito menos Adãozinho. A diretoria do Guarani já descartou estes nomes e, sem perspectivas de conseguir novos reforços, o técnico Luiz Carlos Ferreira prefere priorizar o trabalho em cima do elenco atual para melhorar a situação do time no Campeonato Brasileiro da Série B. Ele garante "um novo time" já para o jogo contra o Ituano, sexta-feira à noite, no Brinco de Ouro, em Campinas. O time campineiro é o penúltimo colocado, com nove pontos, tem como objetivo sair da zona de rebaixamento e depois brigar por uma vaga na segunda fase. "Aos poucos os jogadores vão entendo o que nós precisamos fazer em campo. Mas, acima de tudo, o mais importante é a disposição de brigar e vencer", diz Ferreira, que praticamente mudou quase todo o time que começou a competição sob o comando do técnico José Carlos Serrão. O time ainda está indefinido, mas Ferreira pode surpreender escalando três atacantes: Jonas, Wágner e Vágner Carioca. Técnico promete revelar a escalação após o treino tático previsto para esta quinta-feira cedo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.