Guarani pode mudar esquema de jogo

O Guarani pode ser obrigado a mudar o esquema 3-5-2, que foi adotado nos primeiros jogos da temporada, para enfrentar o São Paulo, quinta-feira à noite, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pelo Torneio Rio-São Paulo. O maior problema do técnico Zé Mário é arranjar um substituto para o zagueiro Aderaldo, expulso no empate com o Flamengo, no sábado.Uma das opções do treinador do Guarani é a entrada de Sangaletti na vaga de Aderaldo, mas ele ainda está se recuperando de uma contusão. A outra possibilidade é o recuo de Jadílson para atuar como ala-esquerdo. "O Jadílson esteve acima da média nos jogos que atuou mais pelo meio, com mais liberdade. Ele armou as jogadas e encostou nos atacantes", disse Zé Mário, mostrando não estar muito disposto a mudar Jadílson de posição.O recuo de Jadílson abriria espaço para o retorno do atacante Léo, que se recupera de uma lesão muscular. Mas Zé Mário ainda não decidiu nada e prefere esperar os treinos de terça e quarta-feira para definir o time titular.Apesar deste pequeno problema, o clima é muito bom no Guarani, em função dos bons resultados neste começo de temporada. No Rio-São Paulo, o time soma 4 pontos, com uma vitória e um empate. Pela Copa do Brasil, a equipe de Campinas conquistou uma vitória, fora de casa, na estréia contra o América-MG, por 2 a 1. "Estamos num ritmo bom de jogo", admitiu Zé Mário.

Agencia Estado,

28 de janeiro de 2002 | 15h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.