Reprodução Twitter Guarani
Reprodução Twitter Guarani

Guarani pode perder Caíque, mas deve renovar com Bruno Mendes

Time estreia na Série A2 no dia 17, quando enfrentará o Oeste, às 19h30, na Arena Barueri

Estadão Conteúdo

05 Janeiro 2018 | 20h26

Um dos destaques do Guarani na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B, o atacante Caíque não tem presença confirmada no clube para o Campeonato Paulista da Série A2. Ele recebeu proposta do futebol asiático e ainda analisa a oferta para definir seu futuro.

+ Ponte Preta rejeita oferta e ainda negocia com o Cruzeiro a venda de Bruno Silva

O atacante já esteve muito próximo de deixar o clube no final da última temporada. Inicialmente, estava fora dos planos do departamento de futebol, que voltou atrás da decisão ao encontrar um mercado bastante inflacionado e principalmente sem opções que se encaixassem na realidade financeira do clube.

Caíque assinou pré-contrato deixando a possibilidade de se transferir para outro clube caso chegasse uma proposta. Aos 24 anos, seria a primeira oportunidade dele atuar fora do país, já que iniciou a carreira no São Caetano e depois defendeu Juventus-SP, Friburguense e por último o Taubaté antes de desembarcar no Brinco de Ouro.

Em meio a esta possibilidade, o Guarani está próximo de enfim acertar a permanência do atacante Bruno Mendes. O jogador, vice-campeão paulista pelo Guarani em 2012, pertence ao Maldonado, do Uruguai, e deve ter o contrato de empréstimo prorrogado até o final do ano.

Até agora o time campineiro anunciou os seguintes reforços: os goleiros Bruno Brígido (ex-Coritiba) e Wallace (ex-Vitória), o lateral-esquerdo Marcílio (ex-Vitória de Guimarães-POR), o zagueiro Lucas Kal (ex-São Paulo), os volantes Hélder (ex-Figueirense) e Ricardinho (ex-Criciúma), o meia Rondinelly (ex-Botafogo-SP) e os atacantes Erik (ex-Luverdense) e Pedro Bortoluzo (ex-São Paulo).

O Guarani estreia na Série A2 no dia 17 de janeiro, quando enfrentará o Oeste, às 19h30, na Arena Barueri.

Mais conteúdo sobre:
futebol Guarani Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.