Guarani preocupado com calor de Belém

Em ascensão no Campeonato Brasileiro após as vitórias sobre Atlético-PR e Figueirense, o Guarani, décimo colocado, com 31 pontos, volta a campo neste domingo com dupla preocupação: vencer o Paysandu e o forte calor de Belém. Para isso, o técnico Barbieri quer seu time valorizando a posse de bola para não cansar no final. A preocupação é justificada pelos números. Em dez jogos neste Campeonato Brasileiro, os paraenses conquistaram cinco vitórias, três empates e duas derrotas jogando no estádio Mangueirão. O bom retrospecto deixa o time do técnico Ivo Wortmann na 15ª posição, com 27 pontos. Justamente por isso o treinador não deverá mexer no time. Satisfeito com o rendimento da equipe contra o Figueirense, Barbieri, que pensava em escalar o jovem Ricardo Lobo no comando de ataque, resolveu dar nova oportunidade a Creedence. "A maioria dos atletas do Guarani já teve suas chances. Espero que o Ricardo continue treinando com a mesma vontade e se cuidando fora de campo", alertou o treinador.

Agencia Estado,

31 de julho de 2003 | 16h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.