Guarani prevê semana de muito treino

Os jogadores do Guarani iniciaram nesta segunda-feira uma semana de muito trabalho na cidade turística de Serra Negra. O time vai treinar em dois períodos até sexta-feira, agora sob o comando do técnico Jair Picerni, contratado para salvar o clube do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.A expectativa é de que a semana de trabalho duro apague a anterior, marcada por uma série de equívocos. Na segunda-feira passada, a diretoria resolveu demitir o técnico Agnaldo Liz. Na terça, anunciou a contratação de Jair Picerni, que só foi apresentado no sábado, uma vez que foi impedido de assumir o cargo pelo seu ex-clube, o Atlético Mineiro.Dessa forma, na quarta-feira o time foi orientado por Renato Frederico, técnico das divisões de base, na derrota de 3 a 2 para o Atlético-MG, em Belo Horizonte. "Infelizmente só dei dois treinos e nem conhecia alguns jogadores", resumiu o técnico-interino após aquela partida.Na sexta-feira, os jogadores se apresentaram à tarde para exercícios leves, mas não viram o novo técnico, que chegou ao Brinco de Ouro só no sábado, para ser apresentado à imprensa e conversar com líderes das torcidas organizadas.Nesta altura, os jogadores já tinham sido liberados, na própria sexta-feira, com a determinação de se apresentarem na manhã desta segunda, quando seguiriam direto para Serra Negra. "Esta programação já está definida pela antiga comissão técnica e resolvemos não mudá-la", explicou o supervisor do clube, Eduardo José Chimello.Diante de tantos desencontros numa simples programação semanal de treinos, não é difícil entender porque o Guarani ocupa a lanterna do Brasileiro, com apenas 31 pontos. Seu próximo jogo será diante do Cruzeiro, domingo. O goleiro Jean, após cumprir suspensão, volta no lugar de Fernando. Na defesa, vão acontecer duas mudanças forçadas, porque Carlinhos recebeu o terceiro cartão amarelo e João Leonardo serve a seleção brasileira Sub-20, junto com o volante Roberto. Os novos titulares da defesa devem ser Juninho e Tiago. E no meio-de-campo, Careca se recuperou de uma lesão muscular e deve assumir a vaga de Roberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.