Guaraní promete atacar o Santos

O técnico do Guaraní, Mario Jacquet, promete colocar em campo uma formação ofensiva na partida desta quinta-feira, em Assunção. Osvaldo Díaz, Pablo Gimenez e Víctor Hugo Cabrera terão a missão de marcar os gols que podem colocar o time paraguaio mais perto do Santos na briga pela liderança do grupo 7 da Libertadores.O Guaraní está quatro pontos atrás da equipe brasileira. Para chegar ao primeiro lugar e não depender das vagas destinadas aos cinco melhores segundos colocados, precisa não só vencer nesta quinta-feira e também na última rodada, além de torcer por uma combinação de resultados.?Queremos chegar o mais longe possível porque nosso time nunca pôde brigar por importantes conquistas internacionais?, ressalta o meia Osvaldo Díaz. ?A vantagem de jogar em casa é receber o apoio da torcida, mas são 11 contra 11.?

Agencia Estado,

24 de março de 2004 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.