Guarani protesta contra arbitragem

O Guarani não vai esquecer tão cedo do empate por 1 a 1 com o Atlético Sorocaba, domingo, pelo Campeonato Paulista. Além de não conseguir vencer o lanterna da competição, o clube reclama da arbitragem de Paulo José Danelon. Tanto que, encaminhou nesta segunda-feira um protesto formal à Federação Paulista de Futebol.A maior reclamação é em relação a dois lances específicos. O primeiro foi no gol do adversário, marcado por Fabiano, quando o meia Tucho, do Guarani, teria sofrido falta na intermediária, que não foi marcada pelo árbitro. Na seqüência da jogada, o time de Sorocaba puxou o contra-ataque e fez 1 a 0.Ainda no primeiro tempo, o atacante Evandro Roncatto, do Guarani, teria sofrido pênalti, também não marcado pelo árbitro. No final do jogo, jogadores e membros da comissão técnica do time de Campinas cercaram Paulo José Danelon para reclamar.Apesar disso, o clube tenta voltar agora sua atenção para a Copa do Brasil. Na quarta-feira, pela segunda fase do torneio, o Guarani faz a partida de ida contra o Santa Cruz, no estádio do Arruda, em Recife.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.