Guarani quer agora ?manter o ritmo?

A presença do Guarani nas primeiras posições do Torneio Rio-São Paulo parecem incomodar seus adversários. Mas eles devem ficar de olhos bem abertos, porque se depender do técnico Zé Mário o time não vai perder o ritmo dentro da competição . Não há nem segredo para esta súbita ascensão do time: "planejamento e trabalho", resume o técnico.Zé Mário discorda de que a tabela favoreceu o time na competição. E contra-ataca com a mesma moeda, achando que a tabela pode ser, daqui para frente, sua aliada na briga por uma das quatro vagas nas semifinais. O próximo jogo do Guarani será contra o Etti, em Jundiaí, mas depois o time campineiro fará três jogos em casa contra Corinthians, Vasco da Gama e Fluminense. O Guarani tem 14 pontos e divide a vice-liderança com Corinthians, Botafogo e São Paulo. Tem as mesmas quatro vitórias que seus concorrentes, mas perde no saldo de gols."Uma seqüência de bons resultados será fundamental para atingirmos nosso objetivo", revela Zé Mário, lembrando que o time venceu seus últimos quatro jogos, incluindo a vitória sobre o América-MG pela Copa do Brasil. A soma de resultados positivos tem reforçado o trabalho psicológico que a comissão técnica tem feito com o jovem elenco campineiro.O elenco ganhou folga na segunda-feira e se apresenta pela manhã de terça-feira no estádio Brinco de Ouro. O atacante Dudu, com entorse no tornozelo, deve ser o grande desfalque em Jundiaí. Seu substituto imediato é o veterano Zé Afonso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.