Guarani quer esquecer eliminação

Há quatro jogos sem vencer, o Guarani espera se reabilitar diante de sua torcida contra o Vasco da Gama, domingo, no estádio Brinco de Ouro, pelo Torneio Rio-São Paulo. O técnico Zé Mário tenta trabalhar o lado psicológico de seus jogadores, que ainda nesta sexta-feira demonstraram abatimento pela eliminação na Copa do Brasil ocorrida, quinta-feira, após o empate em casa para o Paraná, em 1 a 1. Além disso, o objetivo da comissão técnica é somar pontos para manter viva a chance de se classificar às semifinais da competição. O Guarani soma 15 pontos, ocupando a sétima posição geral. "Não podemos chorar o leite derramado", justificou o supervisor geral, Neto Ferreira. O técnico Zé Mário continua apostando nos seus jogadores e garante não temer as críticas da torcida que o chamou de "burro" no último jogo. "Estou acostumado com isso e revido mesmo. Além do que já convivi com torcidas bem maiores do que a do Guarani", disse o técnico, que fez gestos obcenos para um grupo de torcedores. O time não terá o zagueiro Aderaldo, suspenso por mais dois jogos pela expulsão diante do Flamengo, e o volante Alexandre, que recebeu o quinto cartão amarelo. Por outro lado, o zagueiro Edu Dracena volta ao time depois de ficar fora diante do Paraná por causa de suspensão. O mesmo vai acontecer com Martinez, que recuperado de gripe, ocupará uma vaga no meio-campo no lugar de Souza. O polivalente Sangaletti deve ocupar a vaga de Alexandre.

Agencia Estado,

15 Março 2002 | 18h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.