Guarani quer recuperar confiança

Satisfeito com a evolução do time do Guarani no Campeonato Paulista, o técnico Jair Picerni só tem uma preocupação com o atual elenco. Ele exige mais confiança dos jogadores que, segundo ele, já mostraram qualidades para vestir a camisa do clube. Assim ele espera derrubar em breve o tabu que existe no clube, onde o time não vence dois jogos consecutivos há um ano e meio."É falta de confiança. O jogador precisa acreditar que pode vencer", receita Picerni. Ele também aguarda pela chegada de reforços na apresentação dos jogadores prevista para esta terça-feira. O meia Tucho, ex-Atlético-MG, é um deles. Ele já assinou contrato no sábado. O meia Rodriguinho, do Atlético-PR, é esperado no Brinco. Ano passado ele defendeu o Bahia no Campeonato Brasileiro da Série B. O lateral-esquerdo Lino, de 22 anos, do Iraty-PR, foi aprovado após 15 dias de avaliações. Ele vai ganhar um contrato de três meses. Diego, meio campista revelado pelo São Paulo, com 21 anos, será avaliado nos próximos dias.Quem está de saída é o meia Simão, que ficará um período no Atlético, do Paraná. A negociação faria parte da parceria firmada entre os dois clubes, onde os valores são desconhecidos. O Guarani volta a atuar no Campeonato Paulista contra o Santo André, sexta-feira, no ABC. O time soma cinco pontos, ocupando a 12ª posição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.