Site/Guarani
Site/Guarani

Guarani renova contrato com técnico Umberto Louzer, campeão paulista da Série A2

Ele teve o salário aumentado e o vínculo estendido até o final do Paulistão de 2019

Estadão Conteúdo

19 de abril de 2018 | 19h06

Depois do acesso e do título da Série A2 do Campeonato Paulista, Umberto Louzer renovou nesta quinta-feira o contrato com o Guarani, em uma demonstração de confiança da diretoria, que pretende dar segurança ao treinador durante a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Ele teve o salário aumentado, enquanto que o vínculo foi estendido até o final do Paulistão de 2019, em meados de abril.

+ Confira a tabela da Série B do Brasileiro

Umberto Louzer chegou ao clube em fevereiro de 2017 para exercer a função de auxiliar de Maurício Barbieri, atualmente no Flamengo. Antes da contratação, havia feito uma boa campanha com o Paulista, de Jundiaí (SP), na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em trabalho que pesou para o interesse bugrino.

A oportunidade de assumir o time profissional do Guarani surgiu no início de janeiro da atual temporada, quando Fernando Diniz deixou o clube de forma inesperada, sem estrear, após receber uma proposta do Atlético Paranaense. Sem tempo de uma melhor análise do mercado, a diretoria apostou em Umberto Louzer, que começou de maneira oscilante, mas logo achou o time ideal para a disputa da Série A2. Foi campeão e garantiu a volta à elite em 2019.

Em sua curta história na equipe de Campinas (SP), o técnico fez 19 partidas com 12 vitórias, dois empates e cinco derrotas. O aproveitamento é de 66,7%. Neste sábado, às 16h30, ele vai buscar a primeira vitória na Série B em duelo em casa contra o Sampaio Corrêa, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Na primeira rodada, foi derrotado por 2 a 1 para o Fortaleza e agora busca a reabilitação.

O time deve ser definido nesta sexta-feira, mas deve ter os retornos do volante Baraka, do meia Bruno Nazário e, talvez, do atacante Bruno Mendes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.