Guarani: renovação de forma gradual

A comissão técnica e a diretoria do Guarani chegaram num consenso sobre como proceder a reformulação do elenco, que será feita de maneira lenta e gradual. Mesmo eliminado do Campeonato Paulista, o time ainda participa da Copa do Brasil, o que exige, segundo o técnico Giba, a manutenção do grau de motivação de todo o grupo.Depois de eliminar o Pelotas na primeira fase, o Guarani agora espera a confirmação das datas para enfrentar o Vila Nova-GO. O primeiro confronto será no estádio Serra Dourada, em Goiânia, provavelmente, dia 12 de março. "Nossa preocupação é com esta com petição, porque achamos que temos condições de avançar várias etapas", afirma Giba, muito otimista.Com relação aos reforços ele tem conversado diariamente com os dirigentes. Não faltam nomes, mas a reposição será feita apenas à medida que o elenco for sendo reduzido. Entre profissionais e juniores, a comissão técnica dispõe de 35 jogadores, porém a idéia é trabalhar apenas com 25 ou 26 no total.O que vai facilitar a busca de reforços é a confirmação, na semana passada, do valor que o clube receberá do Clube dos 13 referentes às transmissões de televisão. O valor mensal chegará bem próximo dos R$ 800 mil. Atualmente sua folha de pagamentos beira os R$ 500 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.