Guarani reza em Aparecida do Norte

Além de trabalhar dobrado, o técnico Luiz Carlos Ferreira resolveu dar uma ajuda espiritual para o elenco do Guarani reagir dentro do Campeonato Brasileiro da Série B, onde ocupa a zona do rebaixamento. Nesta segunda-feira cedo os treinos foram trocados por uma visita à cidade de Aparecida do Norte, onde todos participaram de uma missa na Basílica de Nossa Senhora Aparecida. "Trabalho muito com o lado psicológico e não adianta só acreditar se não tiver fé. Por isso optamos por esta viagem, que é boa para lavar a alma e abrir o coração", justificou o técnico. Agora ele tem a semana toda para acertar o time para o jogo contra o líder Santo André, sábado à tarde, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Após o empate sem gols com a Anapolina, o time campineiro voltou a figurar na zona do rebaixamento, na 18.ª posição. O técnico ainda não poderá usar os novos reforços: o volante Rodrigo Sá, do Santo André, e o zagueiro Andrei, que se apresentou no clube nesta segunda-feira. Mas poderá escalar o atacante Vágner Carioca, recuperado de uma lesão e pronto para estrear. Há muitas especulações com relação a eventuais saídas de jogadores. O atacante Catatau teria uma proposta de US$ 300 mil do futebol turco que também teria interesse no empréstimo do meia Héverton. O volante Roberto, que está retornando da seleção brasileira Sub-20, traria uma proposta oficial de um clube belga no valor de US$ 1,2 milhão. O lateral-esquerdo Adauto continua tentando se transferir para Portugal e tenta se desligar do Guarani, que exige o pagamento da multa contratual de R$ 50 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.