Reprodução Twitter
Reprodução Twitter

Guarani sai na frente, mas cede empate à Ferroviária no Paulistão

Diego Cardoso abre o placar, mas Felipe Ferreira garante o 1 a 1 no Brinco de Ouro, em Campinas

Redação, Estadão Conteúdo

01 de março de 2019 | 23h34

Contando com o apoio da torcida, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, o Guarani até saiu na frente da Ferroviária na noite desta sexta-feira, mas acabou cedendo o empate, por 1 a 1, pela nona rodada do Paulistão. O resultado acabou atrapalhando as duas equipes na busca pela vaga nas quartas de final.

O time de Campinas, com 14 pontos, ocupa a segunda colocação do Grupo B, atrás do líder Palmeiras, que tem quatro pontos a mais. O Novorizontino, com 13 pontos, ainda joga na rodada e pode tomar a vaga. O lanterna São Bento, com três pontos, completa a chave.

A Ferroviária vive situação semelhante e perdeu a chance de assumir a liderança do Grupo C, ficando na segunda colocação com 13 pontos, mesma pontuação do Corinthians, que tem uma vitória a mais (4 a 3) e ainda joga na rodada. O terceiro colocado é o Bragantino, com dez pontos e que também só disputou oito partidas. Mirassol, com oito, é o quarto.

A Ferroviária até começou melhor e chegou a assustar a defesa do Guarani, exigindo boas defesas do goleiro Giovanni, mas foi o time da casa que saiu na frente aproveitando contra-ataque.

Aos 18 minutos, Diego Cardoso começou a jogada arrancando em velocidade. Fernandes arriscou e o goleiro Tadeu espalmou a bola para o meio da área, onde o próprio Diego Cardoso pegou a sobra completando para o fundo do gol.

A resposta do visitante saiu ainda no primeiro tempo. Aos 38 minutos, Rodrigão aproveitou cruzamento e ajeitou de cabeça para Felipe Ferreira finalizar para o gol e empatar a partida.

Após o intervalo, a Ferroviária seguiu pressionando e quase virou o placar aos dez minutos, quando Felipe Ferreira bateu na trave. O goleiro Giovanni ainda tocou na bola evitando o segundo gol do meia.

Melhor no jogo, o time visitante ainda acertou a trave mais uma vez, com o zagueiro Rodrigão completando de cabeça o cruzamento em cobrança de escanteio.

Com boa atuação do goleiro Giovanni e se fechando até o fim, o Guarani segurou o empate e ainda passou perto de marcar o gol da vitória nos acréscimos. Anselmo Ramon ajeitou de cabeça e Ferreira exigiu linda defesa de Tadeu, mas a jogada já estava parada por impedimento.

O Guarani volta a campo na próxima sexta-feira, quando enfrenta o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela décima rodada do Campeonato Paulista. No sábado, a Ferroviária vai ao Morumbi enfrentar o São Paulo.

FICHA TÉCNICA:

GUARANI 1 x 1 FERROVIÁRIA

GUARANI - Giovanni; Fabrício Costa, Ferreira, Victor Ramos e William Matheus; Deivid, Fernandes e Thiago Ribeiro; Carlinhos (Rondinelly), Álvaro (Anselmo Ramon) e Diego Cardoso (Matheusinho). Técnico: Osmar Loss.

FERROVIÁRIA - Tadeu; Diogo Mateus, Rayan, Rodrigão e Arthur Henrique; Anderson Uchoa, Tony, Léo Artur e Felipe Ferreira (Maurinho); Diego (Jorge Eduardo) e Lúcio Flávio (Thiago Santos). Técnico: Vinícius Munhoz.

GOLS - Diego Cardoso, aos 18, e Felipe Ferreira, aos 29 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Victor Ramos e Carlinhos (Guarani); Diogo Mateus e Diego (Ferroviária).

ÁRBITRO - Márcio Henrique de Gois.

RENDA - R$ 35.112,00.

PÚBLICO - 2.417 pagantes.

LOCAL - Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.